Cães e gatos que estão no prédio do antigo Big precisam de lares temporários para desafogar abrigo

24 de maio de 2024 - 17:19
Por Juliano Palinha

Com a quantidade de animais resgatados das enchentes, o  prédio do antigo Big está com  cerca de 1,2 mil cães e gatos. Por isso, a  Secretaria Municipal de Proteção Animal (SEMPA) precisa de lares temporários para desafogar abrigo. “A pessoas será a tutora provisória do pet. Após seis meses, senão aparecer o tutor original do cão ou gato, aí sim ela pode receber a guarda”, explica a assessoria da Sempa.

No Big estão todos os animais resgatados das enchentes sob cuidados da gestão municipal, através Sempa. Os que estavam na Escola Irmão Weibert também estão ali. Claro que há cães e gatos em outros abrigos, mas esses sob gestão de pessoas ou protetores de animais. “A secretária da Sempa (veterinária Thaís Calvi Arend) está indo nesses outros locais dando orientação e buscando saber qual a situação”, diz a assessoria.

HORÁRIOS PARA ADOÇÃO

As pessoas interessadas em adotar um animal temporariamente precisa ir no abrigo entre 11 às 19 horas.

TUTOR PRECISA COMPROVAR

A Sempa lembra que o tutor que perdeu o seu animal precisa levar um comprovante que é mesmo o tutor dele. Imagens ou vídeos com o pet é o mais indicado.

VOLUNTÁRIOS POR 4 HORAS

A Sempa segue em busca de voluntários para auxiliar no cuidado dos animais e manter o local limpo. Porém, para ser voluntário o mínimo exigido é 4 horas, isso porque algumas pessoas que se candidataram e mais pareciam “turistas” no local.

11 VETERINÁRIOS

O local conta com 11 veterinários. Dois que já existiam na Sempa e nove que foram contratados emergencialmente. Há ainda um hospital veterinário improvisado e todos os cães ficam em guias. Gatos e cachorros estão separados em ambientes de diferentes.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo