“É uma operação, uma logística de guerra”, definição de Alexsandro Geremia sobre a estrutura para instalar as bombas anfíbias no rio

20 de maio de 2024 - 14:44
Por Sônia Bettinelli/Juliano Palinha

Nada é simples no enfrentamento de uma catástrofe como o São Leopoldo e o RS estão vivendo. “Talvez as pessoas não tenham ideia que uma operação, uma logística de guerra  está sendo realizada em São Leopoldo para retirar a água que cobre casas, empresas, veículos”, disse o CEO da Higra, Alexsandro Geremia, no Berlinda News Entrevista, nesta segunda-feira (20) em relação à instalação de seis bombas anfíbias (três já em operação) na Campina, Vicentina e Brás, regiões que estão alagadas desde o dia cinco (5). Alexsandro é o diretor e proprietário da Higra empresa leopoldense especializada em tecnologia anfíbia, cujas bombas  funcionam dentro e fora da água.

“Orgulho de ser parte da solução”

Por conta da quantidade de chuva (cerca de 800 mm em 48 horas) as bombas que fazem a captação da água bruta foram desligadas porque a enchente  estava chegando nos painéis eletrônicos. “Com o gerador da Sthil instalamos as bombas e a captação recomeçou. Naquele momento já foi possível ver  que seria uma tragédia e imediatamente disse ao diretor do Semae, Maurício Miorim, que a Higra estava com seis bombas de um cliente de Ijui para energia elétrica, mas seria possível adaptar para o caos que estava por vir. Estamos no meio da tragédia, mas temos orgulho de ser parte da solução”, Alexsandro Geremia

De 45 para 5 dias

A Higra tinha as seis bombas (parte azul), mas o restante do equipamento foi feito em cinco dias. “Geralmente o prazo de entrega é de 45 dias, a equipe fez em cinco dias. Estamos com uma equipe reduzida porque parte dos nossos colaboradores foram atingidos. Mesmo assim, conseguimos entregar o produto, ou seja, é gratificante mas precisou de muito esforço. Aliás é numa crise que sabemos com quem contas e agradeço muito a nossa equipe, a TPO Vargas o próprio Marcelo está lá direto, os servidores da Prefeitura e do Semae todos focados porque é o momento de resolver o problema da cidade.”

“Santo de casa faz milagre sim”

Conforme Alexsandro, a Higra foi fundada em 2000 pelo saudoso Silvino Geremia (pai do Alexsandro) que morreu em fevereiro, Dirceu e o Alexsandro. “Nossa especialização é tecnologia anfíbia que funciona dentro e fora da água, As bombas fixas, nas casas de bombas de São Leopoldo e todas as demais cidades, tem mais de 60 a 70 anos e foram desenvolvidas com motor que não funciona dentro da água. As nossas bombas tem o motor encapsulado e nosso orgulho é por sermos uma empresa leopoldense, do Arroio da Manteiga e isso mostra que Santo de casa faz milagre sim”, disse.

Nosso prefeito é muito corajoso”

“O trabalho para colocar um equipamento de seis toneladas dentro da água necessita de guindaste , gerador abastecido de 4 a 5 horas, mais a tubulação. Estamos fazendo isso na beira da BR116  com estrutura. Vai fazer isso encima de um dique? Por isso eu digo que o nosso prefeito está sendo muito  corajoso. A prioridade dele (Vanazzi) é tirar a água e deixar as pessoas salvas. Essas operações, em um outro momento, exigiria análise técnica profunda, mas agora não temos tempo”.

“Decepcionado com algumas lideranças políticas”

“Sempre digo na empresa que CNPJ não vota. Nesse momento não é ideologia, não tem nada de partido. Quem me conhece sabe que não tenho partido e nem político de estimação. Por isso fico muito, muito decepcionando com algumas lideranças políticas da nossa cidade que colocam situações políticas à frente da calamidade. Agora é hora de cuidar da população. Hoje quem está à frente e precisa tomar decisões é o Vanazzi.”

“Temos força para superar valorizando o que é nosso”

“Bom saber que temos o pessoal da OAB na audiência, vereadores e a população. Vamos nos reerguer com as nossas próprias forças. Temos indústria aqui com tudo o que precisamos. Quando é licitação ganha o menor preço e quem é daqui vai ficar como, demitir? sair da cidade? Temos comércio, gastronomia, eletricistas, industrias.  Vamos fazer isso e sairemos mais fortes e unidos.”

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo