POR SÔNIA BETTINELLI: O PT partido, o PT governo

1 de agosto de 2023 - 01:37
Por Sônia Bettinelli

O PT partido começou a semana com reunião do diretório nesta noite de segunda-feira (31) para tratar de questões de rotina e principalmente das mais complexas como a definição do nome a ser  apresentado como candidato a prefeito na sucessão de Vanazzi. Pela expressão dos integrantes da mesa – prefeito Vanazzi, presidente Dolores e vereador Nestor Scvhwertner –  o debate não avançou e já estamos em agosto do ano que antecede a eleição. Segue o impasse (ao menos para quem está de fora) entre os vereadores Marcel Frison e Nestor Schwertner. O impasse se resume ao seguinte: Marcel é o nome do governo (leia-se prefeito Vanazzi e grupo). Já  Nestor Schwertner é o nome do seu grupo (DS) com melhor aceitação entre a militância.

Pressão externa

A partir de agora o PT partido terá pressão externa para resolver o impasse. Após ter feito a lição de casa com a eleição de Fabiano Haubert por consenso na convenção de sábado (29), o PDT  colocará em prática a estratégia de pressão lembrando que o prazo para definições internas do PT está voando.

Número de vereadores

Após posicionar-se publicamente  favorável a fazer o debate  para aumentar o número de vagas na Câmara de Vereadores, o PDT espera (cobra) que o PT faça sua manifestação. Lembrando que o PDT quer fazer o debate visando a eleição de 2024, que só será possível se o assunto for debatido, apresentado e votado de  hoje 1º até o dia 31.

O PT governo

Também ontem à noite o PT governo esteve com uma frente no plenário da Câmara de Vereadores na audiência pública sobre saúde e idoso. Foi um debate intenso, duro que sempre está em pauta na tribuna da Casa e mesmo com a atuação da base governista (vereador Brasil Oliveira no comando da audiência) repercutiu com muitas críticas pela oposição e comunidade que acompanhou no local e pelas redes sociais. Os vereadores Falcão (MDB), Gabriel Dias (Cidadania) e o ex-vereador Arthur Schmidt (MDB) acompanharam as manifestações das autoridades e público.

Notícia anterior
Próxima notícia

Comentários

Alessandro Gil Pereira da Conceição Jochem

Pra ser preciso, a emenda à Lei Orgânica Municipal precisaria ser promulgada até 1 ano antes das eleições (não o final de agosto como a matéria aponta por equívoco s.m.j.)…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo