“O MDB vai para uma eleição em unidade, sem isso é impossível”, Arthur Schmidt (MDB)

10 de julho de 2024 - 14:37
Por Sônia Bettinelli/Juliano Palinha

Embora a possibilidade de  coligação com outros partidos não seja descartada, nesse momento o MDB de São Leopoldo tem chapa pura na majoritária. Arthur Schmidt e Werner Carvalho, respectivamente pré-candidato a prefeito e pré-candidato a vice estão tratando do programa de governo para 2025/2028 pelo foco da reconstrução da cidade após a tragédia climática de maio e, respeitadas as devidas proporções, o MDB também está no processo de reconstrução. No Berlinda News Entrevista desta quarta-feira (10), os pré-candidatos Arthur e Werner,  falaram sobre a chapa pura, contexto de hoje, sem descartar a possibilidade de coligação com ouros partidos.

Unidade

“É impossível um partido ir para uma eleição sem unidade. Foi isso que buscamos e agora o MDB vai para uma eleição unido e com projeto. Buscamos a unidade em um ano de muitos debates, turbulências, inclusive com saídas de quem não se identificou com o  projeto. Em 2020 o partido enfraqueceu por falta de unidade, hoje é o contrário e temos que focar no projeto que isso mostrará para a população a história do MDB, as contribuições do MDB para São Leopoldo.” Arthur Schmidt

Responsabilidade e maturidade

“São Leopoldo precisa ser reconstruída e isso passa por responsabilidade e maturidade de quem for eleito, mas tem é preciso ter quadros para ocupar os espaços na administração pública.” Arthur Schmidt

Identificação 

“Estou no MDB há um ano, mesmo período que decidi entrar na política partidária por entender que possa contribuir para a cidade. Já a escolha do partido foi pela identificação pela linha partidária e pela forma que o Arthur conduz o partido, tanto que estavam como concorrentes para ser o nome a prefeito. Porém, pelas longas conversas decidimos dessa maneira e agora seguidos as etapas necessárias para a campanha”. Werner Carvalho

Plano de contingência 

“Será a eleição durante a catástrofe que tem muita coisa a ser feito, por isso na segunda-feira (15) o MDB estará reunido com militantes e pré-candidatos para tratar como uma cidade precisa se preparar, ter plano de contingência como a cidade precisa se cadastrar no sistema da Defesa Civil Nacional”.

Abertos ao diálogo

“Claro  que estamos abertos ao diálogo com outros partidos, mas o debate  precisa ser aberto dos dois lados e não sentar para conversar já com uma das vagas definida não avança. Mais do que nunca o momento não é de vaidade e porque não o MDB ser o protagonista da reconstrução com chapa pura.” Werner Carvalho

Debate maior

“As pessoas não aguentam mais a polarização “gosta de arma ou não gosta de arma” ou “é abortista ou não é abortista”. Precisa de um debate maior, sobre a cidade, os serviços públicos e não apenas a ideologia. A enchente foi um divisor de águas, a população que que os políticos apresentem projetos”. Werner Carvalho

 Novos caminhos

“O Gabriel Dias é um grande amigo, temos alinhamento, temos vontade, mas isso não significa que a nossa vontade pessoal seja atendida. Estamos submetidos a grupos, coletivos e esses grupos precisam se entender.”

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo