Ex-segurança de Schumacher é preso por suposto envolvimento em chantagem com fotos do ex-piloto

7 de julho de 2024 - 21:09

O Ministério Público da Alemanha informou nesta sexta-feira, 5, a prisão de um ex-agente de segurança que trabalhava para a família de Michael Schumacher. Ele supostamente desempenhou um papel central no esquema de chantagem a pessoas próximas do piloto com fotos recentes do heptacampeão mundial de Fórmula 1.

O homem de 52 anos teria sido empregado no passado. Entre as funções das quais o ex-funcionário era encarregado, estava a digitalização de imagens privadas. Ele está sob prisão preventiva.

Segundo o MP, o segurança teria atuado como intermediário entre a família e os dois homens, pai e filho, acusados de chantagear a família de Schumacher com imagens do alemão, cujo estado de saúde é mistério há mais de dez anos. A dupla de suspeitos foi presa em 19 de junho, no estacionamento de um mercado, na cidade de Gross-Gerau.

Os chantagistas teriam cobrado um valor milionário para não postar as fotos na internet. Teriam até enviado cópias das fotos à família como prova do que tinham em mãos. “Se forem condenados, poderão sofrer uma multa ou uma sentença de prisão de até cinco anos”, afirmou Wolf-Tilman Baumert, um dos promotores envolvidos no caso. Pai e filho já teriam sido investigados por suspeita de envolvimento em outros crimes.

De acordo com os promotores de Wuppertal, as imagens mostram a família do heptacampeão mundial de Fórmula 1 numa área privada. As autoridades informaram que as investigações estão em curso, mas detalhes não serão revelados para não atrapalhar a apuração. A família de Schumacher não se manifestou sobre o caso.

Schumacher vive recluso desde que sofreu um acidente de esqui, nos Alpes Franceses, em 29 de dezembro de 2013. O ex-piloto nunca mais foi visto publicamente e a família guarda a sete chaves a real situação clínica do heptacampeão.

De acordo com os promotores de Wuppertal, as imagens mostram a família do heptacampeão mundial de Fórmula 1 numa área privada. As autoridades informaram que as investigações estão em curso, mas detalhes não serão revelados para não atrapalhar a apuração. A família de Schumacher não se manifestou sobre o caso.

Schumacher vive recluso desde que sofreu um acidente de esqui, nos Alpes Franceses, em 29 de dezembro de 2013. O ex-piloto nunca mais foi visto publicamente e a família guarda a sete chaves a real situação clínica do heptacampeão.

Por https://www.msn.com/

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo