POR SÔNIA BETTINELLI: Cufa visitará idosos beneficiados pelo projeto Cuidar Tchê 60 + atingidos pela enchente

4 de julho de 2024 - 06:22
Por Sônia Bettinelli

Integrantes da Central Única de Favelas (Cufa) de São Leopoldo, farão busca ativa de idosos atingidos pela enchente para receber kit  de itens essenciais no valor de R$ 3 mil, projeto do governo do Estado. Coordenador da Cufa/RS, Júnior Torres, disse à coluna, que será uma visita para saber como o idoso está, como é a casa,  apresentar os itens do kit para definir o que é melhor e necessário  melhor para a sua casa. “A visita será para fazer um acolhimento e entender como está esse idoso, o lar dele, quais as necessidades para atender a demanda de cada um. É um projeto diferenciado porque a política pública irá até o idoso que está ainda mais fragilizado porque o recorte é de uma população do CadÚnico extremamente vulnerável nas regiões da mancha de inundação”, explicou Júnior Torres que assinou convênio com o Estado.

1,9 mil idosos em 13 municípios

Conforme o governo do Estado inicialmente 1,9 mil idosos de 13 municípios, entre os quais São Leopoldo, serão beneficiados, moradores de Arroio do Meio, Canoas, Cruzeiro do Sul, Eldorado do Sul, Estrela, Marques de Souza, Muçum, Relvado, São Jerônimo,  São Sebastião do Caí, Travesseiro e Triunfo. Serão investidos R$ 6 milhões, do Fundo Estadual da Pessoa Idosa (Funepi), gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Critérios 

Para receber o kit, é necessário ter a partir de 60 anos, ter sido atingido pelas enchentes, residir em municípios com decreto de calamidade e estar no Cadastro Único com renda per capita de até R$ 109. Famílias que possuam mais de um idoso recebem apenas uma vez o benefício.

Só 1,9 mil ?

Chama atenção que em 13 municípios só 1,9 mil idosos se encaixam no perfil do projeto, conforme o governo do Estado. Isso porque  somos um estado que já se destaca pelo número de idosos em relação ao número de jovens.

Sintonizados

Os emedebistas Arthur Schmidt e Werner Carvalho, pré-candidatos a prefeito pelo MDB de São Leopoldo, tem se reunido nos últimos dias para dar andamento ao processo e  definir o nome do partido.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo