“O rio veio buscar sua bacia original”, prefeito Ary Vanazzi no seminário sobre mudanças climáticas

2 de julho de 2024 - 16:14
Por Sônia Bettinelli

Dentro do processo de reconstrução da cidade após a enchente nesta terça-feira (2)  o seminário está abordando as mudanças climáticas e novos eventos extremos. Na prática, são obras para que o sistema de proteção às cheias suporte novos eventos extremos, possibilidade que está nos estudos de todos os especialistas, ambientalistas, órgãos como o Comitesinos, Pró sinos. O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi (PT), não tem dúvida tanto de novos eventos como de obras. “Essa tragédia que vivemos tem que trazer muitos ensinamentos. O que aconteceu foi produção humana pela forma como tratamos a natureza, o meio ambiente. O Rio do Sinos é a nossa vida e o problema é que fomos nós que ocupamos o espaço do rio”, disse no seminário que ocorre no Espaço Klein Ville.

Para o prefeito o desafio é traçar caminho a partir de um olhar universal, das relações que se estabelece com as questões urbanas, com as questões da indústria, com as questões que envolvem a sobrevivência humana. “Reconstruir é subir os diques 1 metro e meio, sim vamos defender isso, assim como fazer uma base maior. A partir do estudo do IPH da UFRGS. Se não fizermos as duas bacias  de acumulação de água nos arroios Kruse e Cerquinha que estão no PAC pra segurar a água do Morro do Paula, em dez anos quando chover 30 mm,  na João Corrêa terá dois metros de água, porque o rio veio buscar a sua bacia original”, alerto.

Governo federal

Conforme Vanazzi, a proposta que está com o governo federal é construir um sistema de proteção primeiro para São Leopoldo, Canoas e Porto Alegre. “Temos que fazer essa pressão agora porque a tragédia está viva na memória de todos. Precisamos da comunidade junto e fazer muita pressão política”, finalizou o prefeito.

Na segunda parte do seminário o debate foi  técnico. .

2ª mesa – Histórico, processos de urbanização, mudanças climáticas e novos eventos:

Antônio Carlos Geske – Diretor de Proteção de Cheias da Prefeitura de São Leopoldo

João Henrique Dias – Superintendente de Urbanismo PMSL

Everson Gardel – Coordenador do Observatório do Clima SL
Prof Carlos Moraes – Unisinos

3ª mesa – Planos e Sistemas de Segurança e Proteção as Cheias

Fabiano Bonini Camargo – coordenador técnico da Defesa Civil
Ronan de Jesus – Diretor Técnico do Semae
Prof Carlos Cristhi – ITT Unisinos

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo