Professores da São João Batista acolhem professores da Padre Orestes no recomeço após enchente

1 de julho de 2024 - 15:35
Por Sônia Bettinelli/Juliano Palinha

Os professores da escola municipal Padre Orestes, região nordeste, foram recebidos com sol e acolhidos com um longo abraço da direção da escola municipal São João Batista, que fica do outro lado da cidade. Foi o encontro das duas realidades de São Leopoldo depois da catástrofe climática do início de maio. Sofreu muito nesse período? foi aprendizado…Chorou muito? foi limpeza da alma…(Drummond  de Andrade) resume o sentimento na escola municipal Padre Orestes no início da tarde desta segunda-feira (1), na primeira reunião da equipe diretiva após dois meses.

Para diretora da São João Batista, Márcia Henning, os professores precisam ser acolhidos, abraçados para transmitir tudo isso aos alunos que retornam na quarta-feira. “Se nós que não fomos atingidos pela enchente  sofremos muito imagina aqui. São nossos colegas professores ainda abalados e mesmo assim precisam ser fortes para receber os estudantes, por isso nosso acolhimento”, disse Márcia acrescentando que na quarta-feira também estarão na Padre Orestes para receber os alunos.

Gratidão
“Gratidão é uma palavra pequena para dizer o que esse momento significa. Esse ato aqui é de amor é de carinho, talvez a gente não tivesse condições porque ainda estamos muito tristes. Obrigada Márcia, Marcinha e toda a  equipe da São João Batista. A gente está tão triste ainda e prometi que não iria chorar mas não tem como. Na quarta-feira (3) receberemos os alunos, quase mil estudantes, e teremos que ser fortes porque essas crianças e suas famílias foram muito atingidos, precisam de nós”, disse a diretora Lucila Pinheiro da Costa em meio a emoção e choro.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo