POR SÔNIA BETTINELLI: Vereadores precisam articular para que o gerenciamento da bacia fique com um órgão específico

28 de junho de 2024 - 06:26
Por Sônia Bettinelli

O gerenciamento do  sistema de proteção à enchentes da bacia hidrográfica do sinos não pode ficar com os municípios, cada um cuidando do seu território, cada prefeito fazendo projetos individuais como se isso não afetasse a cidade lindeira. A bacia é integrativa, a planície de inundação é integrativa, os desastres são coletivos, assim como a responsabilidade dos prefeitos e vereadores é coletiva não para gerenciar a bacia, mas para definir  um órgão que faça o gerenciamento e o financiamento.

Que o órgão gestor faça manutenção das casas de bombas, da manutenção, do sistema de alerta à população, por exemplo. Que o prefeito não tenha que responder quantas bombas estão funcionando, se há bomba para substituição, se o painel está seguro. Quando o prefeito é cobrado por isso automaticamente será culpado e responsabilizado para cada problema técnico dos equipamentos, inclusive pelos vereadores da cidade.

É chegada a hora da participação direta dos vereadores na articulação para que a gestão do sistema seja centralizada  num órgão, como por exemplo, o Consórcio Pró Sinos. É obrigação do vereador, independente da sigla partidária, sentar com seu prefeito já e tratar dessa demanda no governo federal e estadual. Não temos mais tempo para encontros intermináveis sem definição.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo