Ana Affonso defende decisões internas do PT por consenso

10 de junho de 2024 - 13:13
Por Sônia Bettinelli

Uma semana após assumir a direção municipal do PT de São Leopoldo, por decisão do diretório após renuncia de Guilherme Lousada, a vereadora Ana Affonso participou do Berlinda News Entrevista desta segunda-feira (10) e falou sobre o desafio da reconstrução do partido e da cidade. “O calendário eleitoral está mantido, teremos eleição em outubro e o programa de governo é a reconstrução, não há outra forma. Mas internamente precisamos das decisões sobre a nominata, temos mais nomes que vagas, mas nosso trabalho será para o consenso, menos votos possível porque é o momento de união acima de tudo”, disse Aba Affonso.

Correntes internas 

“Já fizemos uma executiva extraordinária virtual e logo faremos uma reunião com todas as correntes internas do partido. Num cenário de normalidade, o mês de maio teria sido de debates, mas foi o início da tragédia climática. Depois das correntes teremos que reunir com cada um dos partidos da base. Precisamos saber a situação de cada um e dos pré-candidatos. No PT, por exemplo, quatro pré-candidatos perderam absolutamente tudo. Temos um contexto delicado para tratar.”

Respostas do Poder Público

“Em relação ao Poder Público, reconstrução da cidade, ainda estamos na fase de atendimento às pessoas e ao mesmo tempo no recolhimento das memórias, pertences e histórias das pessoas que foram destruídas pela enchente. Mas o Poder Público precisa e já está dando respostas concretas à população com as políticas habitacionais, econômicas e principalmente de obras para reforçar o sistema de proteção da cidade de enchentes, que na prática é segurança para as pessoas que estão voltando para casa.”

Responsabilidades

“Sobre o debate político e eleitoral para responsabilizar o prefeito Vanazzi é lamentável. Não é o momento e o prefeito não é culpado porque as obras de drenagem foram executadas, mas a quantidade de chuva superou todas as medidas, 600 mm em 48 horas é simplesmente absurdo, mas decorrente das mudanças provocadas pelo homem no meio ambiente”

Indignação

“A indignação das pessoas é compreensível porque perderam tudo o que foi construído ao longo dos anos. Sobre isso entendemos e vamos trabalhar e cobrar para que todas as esferas do Poder Públicos respondam com medidas, pessoal e recursos.”

 

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo