POR SÔNIA BETTINELLI: PL pede sessão presidencial para levar a população na tribuna e na plateia

5 de junho de 2024 - 07:22
Por Sônia Bettinelli

Além de legítimo, o pedido do vereador Falcão (PL) para que as sessões sejam presenciais  com a participação da comunidade na tribuna e na plateia, é estratégico para que os partidos da pré-candidatura do delegado Heliomar Franco tenham um palco para tratar das consequências da tragédia climática especificamente sobre manutenção dos diques e casas de bomba. A manutenção ou a falta de manutenção (principal argumento das oposições) é o foco, mas na carona vira a falta de água, falta de informação precisa sobre o auxílio reconstrução, demora para chegar na conta das mais de 50 mil famílias atingidas, recolhimento dos entulhos e a entrega das doações.

Presencial já

Para que a estratégia do PL e partidos aliados tenha êxito, a volta das sessões presenciais precisa ser para ontem, no máximo para esse momento  porque nos próximos dias, próxima semana (pode ser) o governo municipal terá que dar as respostas sobre falta de água, auxílio reconstrução e recolhimento de entulhos. É o básico. Mas  numa calamidade estadual há dificuldade para contratação de caminhões e máquinas, assim como a falta de água para limpeza das casas decorre das avarias das redes, a maior parte soterrada pelo lodo e o famoso ar na tubulação que provoca rompimento a toda hora. E sobre auxílio reconstrução é urgente uma ação para que esse dinheiro chegue nas famílias.

Auditório do Gusmão

O vereador Falcão sugeriu à presidente da Câmara de Vereadores, Iara Cardoso (PDT), sessões presenciais no auditório da escola Gusmão, que só ontem deixou de ser abrigo para as famílias atingidas e agora está sendo preparada para retornar às aulas. Sessões às 17 horas, horário de saída dos estudantes, seria uma situação no mínimo complexa. Iara Cardoso foi sensível ao pedido do vereador mas disse que a ordem no Legislativo é freio total das finanças e que em 30 dias o plenário deverá estar liberado. Mas reafirmo a legitimidade da sugestão do vereador Falcão.

Articulação com Brasília 

Mas o que o PL e o delegado Heliomar Franco devem insistir é com as lideranças do partido em Brasília  do senador Hamilton Mourão aos deputados Zucco, Bibo Nunes, Sanderson, Marlon Santos, Marcelo Moraes, Giovani Cherini, Marcel Van Hatten, entre outros para que articulem emendas para São Leopoldo.

Nado Teixeira

No dia 12 Nado Teixeira estará oficialmente desligado da função de coordenador geral da Famurs, mas não deve ficar muito tempo sem uma função no Poder Público. No Berlinda News Entrevista de ontem (4) Nado defendeu com veemência a criação de um grupo de planejamento para a reconstrução da cidade. “Um grupo que precisa sair do dia a dia do atendimento à população e ficar um tempo debruçado no planejamento com os especialistas da academia que agora está sendo reconhecida. Precisa ser um local longe da Prefeitura, na própria Unisinos”, por exemplo. Nado falou sobre o prefeito de Canoas Jairo Jorge que já o teria sondado para uma função, ou seja, está à disposição.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo