Pátio da Secretaria de Obras de São Leopoldo vira “ecoponto provisório” para colocar entulhos das ruas

29 de maio de 2024 - 13:02
Por Juliano Palinha

Quem circula pela Avenida Imperatriz nos últimos dias até estranha o engarrafamento de caminhões na entrada da Secretaria de Obras de São Leopoldo. Por dia, conforme Geraldo Passos, secretário de obras, cerca de 500 caminhões passam pelo local para descarregar caçamba lotadas de entulhos colocados nas ruas proveniente das casas atingidas pela enchente.

Geraldo Passos diz que o pátio da secretaria virou um “ecoponto provisório” para auxiliar na liberação das ruas, pois a quantidade de entulho é tanto que as vezes fica difícil de transitar nas vias. “Tivemos um problema para chegar até o aterro que fica no Arroio da Manteiga. Estamos providenciando outra rota, mas enquanto isso criamos este ecoponto provisório. Importante ressaltar que nada ficará aqui, assim que normalizar vamos retirar todo o material e kevá-lo para o aterro”, afirma o secretário.

180 dias

Até agora foram mais de 19 mil toneladas de entulhos e o secretário comentar que esse número irá aumentar. Também conforme Geraldo Passos o trabalho deve durar mais de 180 dias. “É muito entulho. Sonhos jogados fora na calçada. Serão dias de muito trabalho. Acredito que deveremos levar mais de 180 dias para normalizar tudo”.

O secretário reforça para os moradores tentarem tirar tudo que não será mais aproveitado para rua. “Conforme a água vai baixando os caminhões e as máquinas estão passando. Já estamos fazendo isso há 15 dias. Por isso importante o pessoal retirar tudo que não dará para aproveitar para rua. Não estamos dizendo que os entulhos não serão retirados depois, mas é importante aproveitar as máquinas nas ruas quando ele está em determinada região”.

OUÇA A LIVE

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo