Hospital de Campanha entra em funcionamento 24 horas na Zona Norte

18 de maio de 2024 - 17:59

Na manhã deste sábado (18), o Hospital de Campanha (HCamp) instalado no pátio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, no bairro Scharlau, iniciou o atendimento à população. A estrutura física do Hospital, bem como a de profissionais de Saúde foram cedidos pela Força Nacional do SUS. Cada equipe de plantão contará com um médico (a), um enfermeiro (a) e três técnicos (as) de enfermagem, reforçando o trabalho da UPA e vai funcionar  24 horas.

É o segundo Hospital de Campanha montado em São Leopoldo. O primeiro está montado no pátio do 16º GAC, na Avenida Unisinos e atende a população, diariamente das 8 às 19 horas.

Farmácia Móvel

Durante todo o final de semana, das 8h às 16h, haverá plantão de uma unidade móvel de farmácia em frente à UPA Scharlau. Segundo o secretário Julio Dorneles, quem necessitar de remédios pode solicitar diretamente à farmácia. “Se a pessoa tiver em mãos a receita médica dentro do prazo de validade, pode solicitar o medicamento diretamente à farmácia, mesmo que não tenha passado por atendimento recente”, orienta.

O prefeito Ary Vanazzi, o secretário de Saúde, Julio Dorneles, e representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES), acompanharam a chegada da equipe que realiza o primeiro plantão do HCamp.  No final da manhã, o secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Adriano Massuda, e o diretor-presidente do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Gilberto Barrichello, visitaram a UPA e o HCamp,  e ouviram das autoridades locais relatos da situação do município, que vive a pior catástrofe natural de sua história.

À preocupação do prefeito Vanazzi em relação ao possível crescimento da demanda por atendimento nos próximos dias, devido ao aumento do frio e ao contato das pessoas com barro e água, quando do início do retorno para as residências que foram inundadas. O coordenador da Força Nacional do SUS no Estado, Cleber Verona, garantiu que não há prazo estipulado para cessar a presença do HCamp na cidade. Pelo contrário, em caso de necessidade o reforço do Governo Federal poderá ser ampliado.

“O foco na atenção básica que os hospitais de campanha propiciam é fundamental e será ainda mais quando as pessoas começarem a voltar para casa. Portanto, ao lado dos nossos equipamentos de Saúde e dos nossos profissionais, este serviço é estratégico”, disse o prefeito Vanazzi.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo