“Cuidar do povo não custa caro”, presidente Lula sobre medidas da União para recuperação de São Leopoldo e do RS

15 de maio de 2024 - 16:49
Por Sônia Bettinelli/Juliano Palinha

Os prefeitos gaúchos precisam agilizar os projetos para recuperação de suas cidades devastadas pela catástrofe climática. E isso precisa ser rápido, de preferência que o levantamento dos prejuízos já esteja sendo elaborado mesmo que a água ainda não tenha baixado. Lula foi o último a falar na solenidade no anfiteatro Padre Werner, na Unisinos, onde os ministros, especialmente Rui Costa, anunciaram um pacote de medias para recuperação de São Leopoldo e de todo o Estado.

“Tem que ser rápido na apresentação dos projetos e se a burocracia atrasar vamos mudar a lei. Por isso, não gosto da palavra governar, gosto da palavra cuidar, de atender todos, mas principalmente dos mais pobres. Você pode escolher ser jornalista, ser advogado, mas não pode escolher ser pobre”, afirmou o presidente Lula dizendo ao governador Eduardo Leite que não é favor anunciar medidas. Volto pra casa hoje feliz porque conversei com quem eu mais queria, as pessoas nos abrigos e agradeço profundamente ao reitor da Unisinos, Sérgio. Esse tem um lugar lá no alto”.

Ao prefeito Vanazzi, o ministro parabenizou o prefeito e ainda brincou. “É mais velho que a cidade e construiu sua casa na parte baixa”, disse Lula no final de seu discurso, chamando o prefeito ao seu lado.

       

“É o momento de juntar forças para dar as respostas”, governador Eduardo Leite

O governador Eduardo Leite começou seu pronunciamento com uma homenagem ao médico voluntário, Leandro Medice, 41 anos, de Vila Velha, Espírito Santo, que morreu na madrugada de segunda-feira (13) de mal súbito. O médico fez voluntariado no ginásio da Unisinos.

“Não haverá aqui diferenças políticas, não poderá haver diferença ideológica para superar o   momento de união para atender as pessoas que mais precisam, Nós vamos estar juntos. Temos uma crise gigantesca para superar. Aqui está a oportunidade de mostrar a força dos gaúchos. É o momento de juntar forças para dar as respostas”, disse o governador dizendo qie mais do que nunca uma estrofe do Hino Riograndense faz muito sentido. “Sirvam nossas façanhas de modelo a toda a terra”.

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo