No açougue do Alemão, hoje a porta subiu para mostrar os efeitos da enchente

9 de maio de 2024 - 09:17
Por Sônia Bettinelli/Juliano Palinha

Rodolfo Algayer, proprietário do Açougue do Alemão há 30  anos, deu início a seu novo ciclo de vida, com a palavra de ordem “recomeço” . A água que passou de um metro derrubou frezzer e balcão e tudo o que estava pela frente. “30 anos aqui”, resume o Alemão  conhecido de muita gente pela qualidade da carne e derivados como o bife a milanesa, almondegas, bife enrolado com bacon, tudo preparado por ele e agora pela filha Daniela.

Assim como os demais atingidos, Alemão ainda não fez cálculos sobre o prejuízo financeiro porque o momento é arregaçar as mangas e limpar, tirar o lodo, o mau cheiro, ou seja, uma coisa por vez e coragem sempre.

Na loja de acessórios para celular, também na 1º de março, alguns produtos não foram atingidos pela água que também subiu muito, quase ultrapassando o balcão. Mais um recomeço.

Mais imagens do Centro ainda com água em alguns pontos

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo