“Ser vice hoje é manter estruturas e espaços para o PDT ter candidato (a)a prefeito em 2028” Geison Freitas

17 de abril de 2024 - 14:11
Por Sônia Bettinelli

A chegada do advogado Geison Freitas, “Loli”  à direção geral do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) não foi planejada. Foi necessária. “A doença do Ary Moura (falecido em junho de 2022) fez com que eu me apropriasse também do processo técnico da autarquia. Por conta da fragilidade física dele (Ary) eu precisava tocar mais coisas além da procuradoria  jurídica, ou seja, ser gestor, tomar decisões, enfrentar pessoas”, disse Loli no Berlinda News Entrevista desta quarta-feira (17).

PDT terá candidatura própria em 2028

Pré-candidato a vereador pelo PDT, Loli afirma que deseja e quer um prefeito (a) do PDT. “Todos pedetistas querem isso, mas agora a maior chance do PDT ser governo é indicar a vice do Nelson Spolaor porque o PDT está reorganizado após todos os fatos. O PDT ser vice do Nelson hoje é manter as estruturas e espaços do partido e  já deixar claro que em 2028 o PDT terá candidato ou candidata a prefeito.”

Muito turbulenta

“Tem uma experiência maravilhosa e ao mesmo tempo uma passagem pelo  Semae muito turbulenta. Muito, muito turbulenta porque tudo começa quando assumimos o Semae em janeiro de 2021 já com Ary Moura fazendo exames acreditando se tratar de um problema estomacal mais sério. Mas muito cedo a gente descobre que é câncer e ele (Ary) luta muito durante 1 ano e meio com apoio total da família. Mas a morte dele quase me fez desistir de ficar no Semae porque havia o projeto da carreira política dele (Ary).”

Presidência do PDT

“Seis meses após a morte do Ary tem o afastamento do ex-vereador Rafael Souza (decorrente de processo judicial), e além da direção geral do Semae assumo a presidência do partido. Passados seis meses coordeno a eleição dentro do PDT, buscando a unidade partidária inclusive para não prejudicar o governo. Não me arrependo de nada, mas gostaria de fazer algumas coisas diferente.”

Voltar para o Semae

“Meu sonho é voltar para o Semae para um projeto de quatro anos, com dedicação total, sem a presidência do partido. Me dedicar por inteiro porque em alguns momentos o PDT me tomou tempo. Meu objetivo é a pré-candidatura a vereador, vencer na minha cidade e voltar a ser diretor do Semae com a experiência e conhecimento que adquiri sobre saneamento inclusive fora de São Leopoldo.”

Consolidado

“Da forma como assumi a direção da autarquia foi atropelado e desgastante com alguma desconfiança de algumas pessoas, do meu partido dos outros partidos mesmo o Vanazzi decidindo me deixar na gestão. Hoje é diferente, hoje sou um cara consolidado e sei que as pessoas me olham e dizem: Tá bem, o Geison pode ser diretor.”

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo