Das 32 prisões da operação xeque-mate de hoje, 28 ocorreram nos bairros Arroio da Manteiga, Santos Dumont e Scharlau

18 de março de 2024 - 17:14

Uma da maiores operações policiais da região, que envolveu mais de 500 agentes, se encerrou no início da tarde desta segunda-feira. No total foram 32 prisões, sendo 28 delas aqui em São Leopoldo. Conforme a delegada Mariana Lamar Pires Studart, titular da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de São Leopoldo, responsável pela operação, as prisões ocorreram nos bairros Arroio da Manteiga, Scharlau e Santos Dumont.

Ainda de acordo com Mariana, todos os investigados integram a facção criminosa, tendo envolvimento com o tráfico de drogas.

A operação foi deflagrada nesta segunda-feira, em nove municípios gaúchos. Participam da ofensiva cerca de 500 policiais civis, com apoio da Brigada Militar e da Polícia Penal.

Foram cumpridas 142 ordens judiciais nas cidades de São Leopoldo, Portão, Charqueadas, Osório, Porto Alegre, Gravataí, Montenegro, Arroio dos Ratos e Sinimbu. Foram 35 mandados de prisão preventiva e mais dois de prisão temporária, além da internação de um adolescente.

Houve ainda 104 diligências de busca e apreensão.

A Operação Xeque-Mate decorre do assassinato de um motorista de aplicativo, ocorrido no dia 24 de abril do passado. Na ocasião, o corpo do homem de 28 anos foi localizado no interior de um Renault Logan, no bairro Arroio da Manteiga, em São Leopoldo. Ele morreu após ser atingido por disparos na cabeça.

Em um primeiro momento, o caso foi tratado como latrocínio, porque também houve roubo do celular e da carteira da vítima. Ocorre que análises de câmeras de segurança revelaram que o condutor foi perseguido por outros dois veículos, guiados por criminosos armados.

A titular da DP de Homicídios de São Leopoldo, garantiu que o motorista era alvo dos traficantes, mas evitou informar detalhes da motivação para não atrapalhar as investigações. Ela confirma que o crime ocorreu por desavenças no crime organizado.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo