Miguel, 10 meses, precisa de ajuda para o tratamento no exterior que custa R$ 500 mil

28 de fevereiro de 2024 - 19:34

Com apenas 10 meses, o pequeno Miguel, de Estância Velha,  já passou por grandes provações. Logo no início de sua vida, exames apontaram um tumor cerebral de 6,2 centímetros e hidrocefalia no seu quadro médico.

Para retirada do tumor, Miguel passou por uma cirurgia bem-sucedida. O procedimento retirou, de uma única vez, todo o edema, sem deixar sequelas. Ele saiu da intubação e da UTI no dia nove de fevereiro, e está agora com uma traqueostomia até se recuperar, totalmente, e conseguir respirar por conta própria. Dentro dos próximos dias, Miguel receberá alta para ter os cuidados em casa.

Luta continua
Embora a cirurgia tenha retirado todo o tumor, a ependimoma, doença que afligiu Miguel, tem uma das maiores taxas de reaparecimento. Para evitar que isso ocorra, ele precisa de uma radioterapia específica, que não existe no Brasil.

As terapias, no país, são para crianças a partir de três anos. Um tratamento convencional teria potenciais efeitos colaterais, a longo prazo, no desenvolvimento do cérebro. Esse tipo de tratamento poderia atingir células boas do Miguel

Uma das alternativas para evitar a reincidência do tumor, é um tratamento específico, que existe somente na Europa e Estados Unidos da América. Porém, o custo para ter acesso a esse medicamento é alto.

O procedimento requer 33 sessões de próton terapia, o equivalente a 100 mil dólares. Em reais, custa R$ 500 mil, um custo elevado para os pais, que já colocaram o apartamento à venda para levantar o valor.

Além de recorrer à vaquinha online, família também está judicializando o caso, para ver se a União arca com os custos. Porém, o processo é demorado.

O pai de Miguel, Guilherme Frossard, faz um apelo para quem puder colaborar com a campanha: “infelizmente não tenho esse recurso. Sou médico há pouco tempo, coloquei meu apartamento à venda para juntar esse dinheiro. Fizemos uma conta para quem quiser ajudar e doar para esse tratamento, que, obviamente, é muito caro. Somos eternamente gratos a todos que oraram e intercederam pelo pequeno durante todo esse tempo. Deus, que é nosso Pai, ouviu todas as orações de seus filhos até aqui e deu o milagre da vida ao Miguel. Se Ele quiser, esse será o último tratamento para que o Miguel siga se recuperando, crescendo saudável e feliz. Esperamos poder contar com sua ajuda”.

Miguel com a mãe Lizie

Miguel com o pai Guilherme

 

Para alcançar o valor de R$ 500 mil, a família criou uma vaquinha online, já disponível para quem deseja ajudar. Além da vaquinha, tem a chave pix: 4480982@vakinha.com.br; tratamentomiguel@outlook.com; https://www.vakinha.com.br/4480982.

Vaquinha

O endereço para acessar a vaquinha é o https://www.vakinha.com.br/4480982; tratamentomiguel@outlook.com; a chave pix é: 4480982@vakinha.com.br.

Por https://odiario.net/

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo