Hérnia de disco é a principal causa de afastamento do trabalho no país

20 de janeiro de 2024 - 09:02
Por Correio Braziliense

Hérnia de disco foi a principal causa de afastamento do trabalho em 2023. Segundo dados do Ministério da Previdência Social, divulgados na última sexta-feira (12/1), dos mais de 2,5 milhões de brasileiros que conseguiram o benefício de incapacidade temporária, 51,4 mil beneficiários foram em decorrência da lesão na coluna vertebral.

A coluna vertebral é composta por vértebras. Entre essas vértebras estão os discos intervertebrais, que são estruturas em formato de anel, constituídas por tecido cartilaginoso e elástico. Com o tempo, esses discos vão se desgastando e isso facilita a formação de hérnias de disco, ou seja, quando parte deles sai da posição normal e comprime as raízes nervosas que emergem da coluna. A condição pode causar dor de intensidade leve, moderada ou tão forte que chega a ser incapacitante.

A dor na lombar é a segunda causa de afastamento do trabalho no Brasil, com 46,9 mil trabalhadores distanciados. Em seguida aparece mioma no útero, com 41, 8 mil concessões de auxílio por incapacidade temporária. Esse benefício é concedido pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), desde que haja comprovação, em perícia médica, de que o trabalhador está incapacitado temporariamente para o trabalho por mais de 15 dias consecutivos em decorrência de doença ou acidente.

Veja o ranking das principais causas de afastamento do trabalho em 2023:

  •  1- Transtornos de discos lombares e de outros discos intervertebrais com radiculopatia (Hérnia de disco): 51.453 afastamentos;
  •  2- Dor lombar baixa: 46.964 afastamentos;
  •  3- Leiomioma do útero (Mioma no útero): 41.888 afastamentos;
  •  4- Fratura da extremidade distal do rádio (Fratura no punho): 39.666 afastamentos;
  •  5- Outros transtornos de discos intervertebrais: 37.840 afastamentos;
  •  6- Síndrome do manguito rotador (Dor no ombro): 35.267 afastamentos;
  •  7- Colelitiase (Pedra na vesícula): 30.876 afastamentos;
  •  8- Hérnia inguinal (Hérnia na Virilha): 29.749 afastamentos;
  •  9- Transtorno misto ansioso e depressivo: 28.514 afastamentos;
  • 10- Lesões do ombro: 28.320 afastamentos.

Em outubro do ano passado, o Ministério da Previdência Social e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) simplificaram o acesso remoto para solicitação de benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença). O INSS já tinha permitido que os trabalhadores solicitassem o auxílio sem precisar passar por perícia ou agendar exame médico. Agora, o cidadão pode acessar a página “Meu INSS” utilizando dados pessoais básicos, sem necessidade de fazer login no sistema.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo