Mais de 200 pessoas confirmam presença no Jantar/Baile de 35 anos do Proame

13 de novembro de 2023 - 14:05

Nesta terça-feira (14) a partir das 20 horas, na Sociedade Orpheu de São Leopoldo, ocorre o Jantar/Baile em comemoração aos 35 anos do Programa de Apoio a Meninos e Meninas (Proame). Mais de 200 pessoas confirmaram presença ao comprar os convites da janta/baile. A diretora Micheli Fabiana Duarte diz que ainda tem convites para quem quiser marcar presença na festa. “Foram colocados 300 à venda. Hoje 200 estão confirmados. Quem quiser é só procurar a gente ou direto com o Manuel no Orpheu. Na hora teremos alguma coisa, mas não muito”, alerta.

O valor do convite é R$ 80 por pessoa, sem a bebida. Além de comemorar a data a diretora diz que o jantar é importante para a manutenção da entidade que este ano foi severamente danificado pela queda de uma estrutura do prédio que está sendo construído ao lado.

Os convites estão à venda na sede do Proame, Rua São Pedro, 968, Centro de São Leopoldo. Pelo instagram @proame.cedeca e com a equipe, tabela abaixo. O jantar fica a cargo do Veneza, restaurante que funciona no local .

Saiba mais
O Proame foi criado em  março de 1988 para garantia de direitos de grupos e populações vulneráveis, inicialmente  um projeto vinculado ao Departamento de Ação Social da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). Além das ações com as crianças e adolescentes, grupos de mulheres, realizadas em duas Comunidades (São Jorge e COHAB/Feitoria) na periferia do município, realizava o trabalho de abordagem e educação social com meninos e meninas em situação de rua e/ou com envolvimento em prática de ato infracional.
  • A partir do  Estatuto da Criança e do Adolescente em 1990, o Proame iniciou um processo de reordenamento de suas ações, implantando o primeiro Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do Estado, que se chama Cedeca Bertholdo Weber.
  • Em maio de 1993, o Proame constitui-se como Organização da Sociedade Civil (OSC) com personalidade jurídica própria. É filiado à Associação Brasileira de ONGs (ABONG), compõe a Anced (Associação Nacional de Cedecas), atua em diversos espaços de articulação em nível nacional, estadual e municipal. Com o avanço da política nacional e frente às demandas locais, passa a incorporar nas pautas de trabalho a violência doméstica e sexual e a violência letal/extermínio de adolescentes e jovens.
Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo