“As violações de direitos ocorrem em todas as classes sociais, mas nas vulneráveis aparecem e são mais denunciadas”, Patrícia Giacomini

13 de setembro de 2023 - 19:32
Por Sônia Bettinelli

Patrícia Giacomini concorreu pela primeira vez ao Conselho Tutelar (CT) em 2013, na eleição tampão quando mandato passou para quatro anos. Desde então está conselheira  no CT da zona Norte pela experiência adquirida na comunidade, na Vicentina, com as famílias, com as crianças. “Comecei  fazendo acolhimento com as famílias que precisavam de apoio psicológico, direcionamento para outras necessidades. Minha experiência  comunitária foi a partir da igreja  que é a minha escolha pessoal religiosa sem qualquer reflexo na função de conselheira”, disse Patrícia no Berlinda News Entrevista desta quarta-feira (13). Com três mandatos, busca a reeleição porque se declara apaixonada pela causa e parte disso é pelo apoio e estímulo do marido e da filha. “É o abraço que espera em casa quando quero apenas ficar em silêncio sabendo que estão comigo”.

Embora atue em uma região mais vulnerável financeiramente e também de menos estrutura básica, Patrícia atende casos de todas as classes sociais “As  violações de direitos  ocorrem em todas as classes sociais ,porém os casos nas  classes mais vulneráveis são os que mais  aparecem, os  que mais  são denunciados, falados. Mas nosso trabalho é para todos, independente da classe social ou endereço”, explica. Sobre o trabalho diário, Patrícia destaca o colegiado, a  parceria entre os conselheiros principalmente nas tomadas de decisões. “Por isso é importante que a população vá votar n o dia 1º de outubro e vote em cinco candidatos para formar um colegiado forte e qualificado”.

Eleição será no dia 1º de outubro, das 8 às 17 horas

Patrícia concorre com o número 113

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo