“Como conselheira trabalho com vidas e não papeis”, Adeli Fernandes

8 de setembro de 2023 - 16:39
Por Sônia Bettinelli

Mãe aos 17 anos de uma criança com múltiplas deficiências físicas  Adeli Fernandes precisou buscar ajuda com conhecidos para acessar os serviços inclusive em Porto Alegre. Não havia rede de apoio que hoje é fundamental para que o conselheiro tutelar possa atender as famílias. “Quando somos acionadas para atender uma criança nosso trabalho é para a família”, explicou Adeli candidata a conselheira, no Berlinda News Entrevista desta sexta-feira (8). Suplente na última eleição, Adeli está desde abril atuando na função cobrindo férias de colegas.

Para Adeli muitas pessoas falam sobre renovação no CT. “Defendo a capacitação dos conselheiros para saber escutar. Os espaços de escuta são fundamentais e sempre digo que eu não trabalho com papeis, trabalho com vidas, ou seja, não é preencher papeis e colocar na gaveta. É acompanhar e encaminhar a família para os serviços da rede. Quando somos chamados é para apagar o incêndio, mas não encerra aí, muitas vezes nosso trabalho começa nesse momento”.

Saiba mais 

Eleição – 1º de outubro, das 8 às 17 horas

Adeli Fernandes concorre pelo número 120

O eleitor pode votar em cinco candidatos

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo