Denarc estoura laboratório em sítio com 138 kg de droga em São Sebastião do Caí

10 de agosto de 2023 - 09:03

Dois homens foram presos em flagrante na madrugada desta quinta-feira (10) e um laboratório de refino de drogas foi descoberto em um sítio de São Sebastião do Caí por agentes da 3ª DIN/Denarc, operação coordenada pelo delegado Gabriel Borges.

Agentes apreenderam 82kg de maconha, 44kg de cocaina, 12 KG de crack, 5 mil reais em dinheiro, cadernos de anotação, 1 ceduleira, 5 telefones celulares e 1 veículo.

Segundo o delegado Gabriel Borges, a investigação iniciou após ações  ao longo do ano que resultaram  na apreensão de mais de 600kg de crack e cocaína. A droga refinada no sítio era distribuída na região metropolitana de Porto Alegre. Após processos químicos,  a droga era multiplicada e distribuída no estado.

Entregador das drogas

Após a  investigação identificar o homem que buscava a droga no sítio para a entrega, na madrugada de hoje ele foi monitorado,   acompanhado e quando saiu do sítio foi abordado. No automóvel foram apreendidos 5KG de crack, 9kg de cocaina e 50 KG de maconha, sendo o homem preso em flagrante. Diante da situação de flagrante foi feito o ingresso no interior do sítio.

Com auxílio dos cães farejadores do Denarc foram localizados diversos tonéis enterrados com drogas no interior da propriedade.

Um segundo homem que estava no imóvel, responsável pela processo químico do entorpecente, também foi preso em flagrante.

Em relação ao laboratório de produção das drogas foram apreendidos diversos insumos e compostos químicos como cafeína e tetracaína, balanças, prensa hidráulica, material para embalar a droga, bacias, liquidificadores, bem como produtos estéticos e medicamentos a serem adicionados nos entorpecentes, como acetona, analgésicos e antibióticos.

O prejuízo ao crimes organizado é estimado em aproximadamente 2 milhões de reais.

O delegado Gabriel Borges destaca que a localização de laboratórios de produção de entorpecentes é um trabalho de suma importância realizado pelo departamento, pois desarticula toda uma cadeia produtiva do crime organizado e revela o quão nocivo à saúde humana é a produção destas drogas, com a utilização de compostos químicos pesados, medicamentos controlados e produtos de ordem estética.

A ação integra a estratégia da Polícia Civil de descapitalizar o crime organizado e responsabilizar criminalmente as grandes lideranças. A investigação prossegue para identificar e responsabilizar criminalmente os demais membros da facção criminosa. Os presos, com antecedentes criminais, foram conduzidos ao sistema carcerário.

Disque-denúncia do DENARC
08000 518 518

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo