Água chega à torneira totalmente potável para o consumo

4 de agosto de 2023 - 11:33
Por Sônia Bettinelli

Se você pesa 70 kg, por exemplo,  o recomendado é tomar 2,5 litros de água por dia, no mínimo. Basta ligar a torneira, encher sua garrafa ou copo e ingerir  o “elixir da vida” expressão da  nutricionista Alice Bombassaro no programa Nutrindo sua Saúde, desta sexta-feira (4), no Berlinda News com a presença da diretora de operações do Semae e presidente do Comitesinos, bióloga Viviane Feijó.  “O tema escolhido para hoje é para lembrar que a água é fundamental para o organismo e por isso precisamos incentivar a criação desse hábito”, disse Alice.

75% do organismo é água

“O gráfico é didático em relação a quantidade de água que cada órgão necessita para funcionar. E um exemplo ainda mais prático é o efeito da água em uma planta murcha. Ao receber a água a planta revigora exatamente o que ocorre com nosso organismo.” Alice Bombassaro.

Residual de cloro

“Água potável é aquela que atende os parâmetros exigidos pela lei, tratada, com residual de cloro que mantenha a qualidade de excelência ao sair da ETA, passando pela tubulação depois de um conserto, pela caixa de água (limpa ou não)  na casa do consumidor protegida, pronta para o consumo humano por causa do residual de cloro. É isso que fazemos no Semae com testes de hora em hora para monitorar a qualidade da água feitos em cada um dos cinco laboratórios.” “Viviane Feijó

Etapas de tratamento

“Atualmente temos um poço profundo na captação para agilizar o trabalho antes de começar o tratamento em suas diversas etapas: captação; coagulação; floculação; decantação; filtração; desinfecção e fluoretação.” Viviane Feijó

 

Saiba mais 

Etapas que caracterizam o processo de tratamento da água potável. Observe abaixo cada um desses procedimentos na ordem em que eles são realizados.

Captação e adução: retirada da água dos rios, dos lagos e dos canais e transporte até as estações de tratamento de água, conhecidas também pela sigla ETA, onde acontecerá todo o processo de purificação.

Coagulação: remoção de partículas muito pequenas da água por meio da utilização de uma substância coagulante, como o sulfato de alumínio e o cloro férrico.

Floculação: a água é lentamente agitada para que as impurezas maiores e mais pesadas formem flocos e possam ser removidas na etapa seguinte.

Decantação: chamada também de sedimentação, essa é a etapa em que ocorre a separação dos flocos de impurezas que foram formados anteriormente. Isso acontece porque esses flocos se depositam no fundo dos tanques como lodo e são descartados.

Filtração: a água que foi separada do lodo é destinada ao filtro, grande recipiente onde se dispõe cascalho, areia de granulometria variada e carvão, que farão a filtragem das impurezas restantes na água.”

“Desinfecção: após filtrada, a água é encaminhada para a adição de cloro ou de outros elementos químicos e físicos, que serão responsáveis por eliminar micro-organismos causadores de doenças. Em alguns casos, é feita a correção do pH da água entre a filtração e a desinfecção.

Fluoretação: consiste na adição de flúor à água após a desinfecção. Após essa etapa, a água é destinada ao reservatório da estação de tratamento e, então, aos reservatórios locais a fim de ser distribuída aos consumidores.” https://brasilescola.uol.com.br/geografia/agua-potavel.htm

Ouça o programa completo

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo