BICENTENÁRIO DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ: ACIST-SL reúne escolas para elaborar ações

6 de junho de 2023 - 15:14

Com o objetivo de integrar a sociedade civil para a celebração dos 200 anos da Imigração Alemã no Brasil, a ACIST-SL promoveu um encontro com dirigentes de escolas associadas.  “As escolas são um grande veículo de propagação da importância que os imigrantes têm até os dias dia hoje e as convidamos a elaborar algumas ações para que os estudantes sejam envolvidos neste episódio que marcou a História de São Leopoldo”, comentou Madeleine Hilbk, diretora de Relações Institucionais da ACIST-SL. A mesma opinião tem Tiago Lopes, diretor de Educação e também gerente acadêmico de Graduação da Unisinos.

Os dirigentes escolares destacaram que a iniciativa da ACIST-SL irá impactar positivamente junto aos estudantes e irão avaliar quais ações e projetos poderão oferecer de acordo com a faixa etária e grade curricular dos alunos. A apresentação das ideias será compartilhada em reunião ainda a ser definida. Algumas atividades deverão ocorrer  ao longo dos próximos meses e demais em 2024.

A reunião contou com a presença de Maiara Fangueiro, gerente executiva da ACIST-SL, de Rafaela Rech e Mauro Menine, diretora e vice-diretor da  Escola SESI de Ensino Médio José Pedro Fernando Piovan, André Bender, diretor do Colégio Luterano Concórdia; e Jéssica Meireles e Guilherme Schoenardie da Silva, respectivamente líder de Vendas e do Marketing da Escola SENAC de Ensino Médio.

Este foi o segundo encontro que a Associação promoveu em favor das celebrações do Bicentenário da Imigração Alemã, fato que irá ocorrer em julho de 2024. O primeiro foi em 16 de maio, com os dirigentes de instituições  Nestor Pilz (Unisinos), Ingrid Marxen (diretora de Cultura da ACIST-SL e do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo), André Rotta (Instituto 2024) e Wilhelm Wachholz (Faculdades EST). As entidades revisaram as atividades já previstas e, na sequência, ocorreu um brainstorming sobre que outras ações podem ser empreendidas, assim como as que podem ser realizadas em conjunto.

Uma programação cultural voltada para a comunidade também será estudada, como concursos gastronômicos, concertos, baile, desfile, dentre outros. “A intenção é marcar a data e, de alguma forma, envolver a comunidade na comemoração”, reforça Madeleine.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo