Taurus apresenta 1º Relatório de Sustentabilidade e conta com a presença do governador Eduardo Leite

3 de maio de 2023 - 11:24

A Taurus, Empresa Estratégia de Defesa e maior vendedora de armas leves no mundo, divulgou o seu primeiro Relatório Anual de Sustentabilidade, em que comunica seus esforços e conquistas em relação à gestão social, ambiental e de governança, ou seja, na consolidação de ações quanto à pauta ESG (sigla em inglês para “ambiental, social e governança corporativa”).

O evento aconteceu na tarde desta terça-feira (2), no Hotel Deville, com um painel sobre o tema que contou com a participação do CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs; do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; da secretária do Meio Ambiente do Estado (SEMA), Marjorie Kauffmann; do pró-reitor de Inovação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Geraldo Pereira Jotz; do diretor do Grupo Randon, Bernardo Bregoli; e do diretor de Engenharia da Taurus, Leonardo Sesti. Além da presença de deputados federais e estaduais, representantes das forças de segurança do Estado, representantes das universidades parcerias e demais lideranças.

A divulgação do relatório ESG celebra uma nova etapa na história da companhia, em que a Taurus se consolida como a primeira empresa estratégica de defesa ESG no mercado. Salesio Nuhs, CEO Global da Taurus, explica que os pilares elencados pela companhia para consolidar os temas ESG são: desenvolvimento de pessoas, investimento em tecnologia e inovação e engajamento em um ambiente colaborativo.

“Mais uma vez, a Taurus é pioneira na área de segurança e defesa, agora como a primeira empresa do setor que adotou a pauta ESG. Após levantamento de nossas práticas, fomos surpreendidos com a quantidade de ações que já vinham sendo desenvolvidas dentro dos valores ESG, como os programas de educação continuada e cursos profissionalizantes; o reaproveitamento e reciclagem de 95% de resíduos gerados pela empresa; investimento em equipamentos para a economia de luz e água; investimentos em tecnologia e inovação, dentre tantos outros exemplos”, completa Nuhs.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, salienta que a divulgação do Relatório de Sustentabilidade da Taurus coloca o Estado em uma condição diferenciada, em um patamar de outros estados brasileiros e até mesmo no mundo. “Assim, não só a empresa ganha, mas o Estado também ganha. Todos queremos crescer sem degradação ambiental, crescer de forma a proporcionar melhoria na qualidade de vida das pessoas e crescer com as melhores práticas de governança para ter um ambiente de negócio saudável. A Taurus está de parabéns, ganha a empresa e ganhamos todos, pois a iniciativa ajuda a inspirar outras empresas a implementar essas boas práticas, o que vai gerando um efeito cascata positivo no Rio Grande do Sul”, ressalta Eduardo Leite.

A Taurus incrementou ações relativas à pauta ESG em seus projetos, processos e decisões estratégicas depois de realizado o levantamento de seu posicionamento em termos ESG pela assessoria técnica da Ernst & Young (E&Y), no ano passado. De acordo a avaliação, a Taurus já vinha adotando uma postura ESG em diversas ações, como as realizadas durante a pandemia da Covid-19, em que passou a produzir as face-shields (escudo facial para proteger contra o contágio pelo coronavírus), em parceria com o Exército Brasileiro, e realizou a distribuição para todo o Brasil. A empresa também foi responsável por duplicar a capacidade de UTIs na cidade de São Leopoldo com respiradores e bombas de infusão.

Para agregar o processo ESG em novas ações e na gestão como um todo, a Taurus criou um setor específico para implantar a cultura ESG, formou uma equipe de trabalho multidisciplinar para atuar no mapeamento de oportunidade e melhorias ESG, bem como criou o Comitê ESG, constituído pela a alta direção da empresa. “Não temos interesse em simplesmente emitir um relatório de sustentabilidade, mas sim de tratar o assunto formalmente na empresa, incorporando esse conceito na cultura na Taurus”, destaca Salesio Nuhs.

A empresa conta com dois protocolos globais utilizados para mensurar as práticas ESG, o Global Reporting Initiative (GRI) e o Conselho de Padrões Contábeis de Sustentabilidade (SASB). Estes protocolos auxiliam na emissão de relatórios padronizados que facilitam a análise e o acompanhamento dos indicadores ESG nas demonstrações financeiras.

A segurança nacional, a segurança pública e a segurança das pessoas são temas relacionados à estabilidade e sustentabilidade social, por meio da defesa da liberdade, dos direitos humanos e da ética. Portanto, a indústria de defesa tem papel essencial, tanto em relação à segurança, como na economia e no desenvolvimento de novas tecnologias, temas extremamente relevantes quando se trata dos pilares ESG.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo