“Sempre respeitei o Vanazzi pela sua trajetória. É preciso saber a hora de se posicionar”, Nestor Schwertner

10 de março de 2023 - 12:54
Por Sônia Bettinelli

Enquanto aguarda o ok do prefeito Vanazzi para assumir sua nova função no secretariado (provavelmente no Hospital Centenário) o vereador Nestor Schwertner (PT) segue com seu trabalho na cidade e dentro do PT, com seu grupo político, planejando e articulando para ser o nome a disputar a Prefeitura de São Leopoldo em 2024, como sucessor de Vanazzi. “Estou com 64 anos e venho me preparando muito tempo para ser o indicado para disputar a prefeitura. Todos que estão na política tem como objetivo o crescimento, o avanço mas é necessário saber a hora de se posicionar. Nunca disputei internamente com o Vanazzi porque respeitei e sempre reconheci a trajetória que ele (Vanazzi) construiu”, disse Nestor Schwertner no Berlinda News de hoje (10).

A construção interna de seu nome para concorrer ao Executivo ocorre simultaneamente com o planejamento do governo para os últimos 20 meses da atual gestão. “Temos obras grandiosas para executar porque 2024 é o Bicentenário da Imigração Alemã e São Leopoldo será o centro de atenções em várias esferas públicas e privadas”, completa Nestor.

Avanços na gestão

“Já comandei o Orçamento Participativo (OP) na primeira gestão em 2005, na implantação do programa. Fiz a gestão do Semae e da Segurança Pública. Em todos os locais trabalhei para resolver as demandas dos servidores e da população. Tivemos muitos avanços como a troca da rede de abastecimento de água, e na Segurança o processo para a construção da sede da corporação, como o aplicativo e a escola de capacitação para os agentes, entre outros avanços.”

Soldado

“A gestão de uma cidade é feita da construção entre os setores do governo. Há mais de um mês estamos no debate sobre a reestruturação administrativa com o prefeito. Sou um soldado do governo e sei a importância de assumir qualquer um dos espaços, a mesma responsabilidade e importância que tenho como vereador sempre buscando novas formas de trabalhar pela comunidade.”

A mais sensível

A gestão da saúde de maneira geral, é a parte mais sensível da administração pública. E no Hospital Centenário talvez seja ainda mais sensível porque trata direto da dor, do sofrimento das pessoas em busca do direito ao atendimento. Ontem (9) passava da meia-noite quando conversava com a presidente Lilian do Centenário sobre uma situação de uma pessoa da Feitoria. Esse trabalho é direto.”

Suplência no plenário

“Temos suplentes capacitados e preparados para o trabalho no Legislativo, sobre isso não há dúvida.”

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo