Baixa procura pela retirada do Cartão Cidadão revela desinformação dos beneficiados

6 de março de 2023 - 10:59
Por Isabella Belli

Criado em 2021 pelo Estado, o Cartão Cidadão “Devolve ICMS” não está alcançando todos os beneficiados, acumulando  cartões na agência Centro do Banrisul. Das mais de 9 mil pessoas aptas ao benefício mais de 5 mil não retiraram o cartão em São Leopoldo, enquanto no Estado soma 192 mil cartões à espera. O benefício é de 100 reais a cada três meses para quem recebe o Bolsa Família.

“É um processo automático porque a transferência de renda segue o CadÚnico, portanto se recebe o Bolsa Família, que é atualizado a cada dois anos, tem direito ao Devolve ICMS. Qualquer dúvida a respeito desse assunto deve ser esclarecida nos Cras ou na própria Secretaria de Assistência Social”, orientou o titular da SAS, Fábio Bernardo , hoje (6) no Berlinda News Entrevista.

Estado/Município

“O Departamento da Assistência Social do Estado precisa ter uma relação mais próxima com os municípios, porque não nos passam quem são as pessoas que não estão recebendo e o que podemos dizer para ela é que passem no Banrisul agência do Centro e retirem”, ressaltou o secretário que também lembrou: “Em novembro de 2021 arcamos com toda a estrutura para a realização da primeira entrega por parte do Banrisul.”

Como funciona o Branquinho?

Quem já está cadastrado ou se cadastrada no Bolsa Família, está automaticamente cadastrado também para receber o cartão Branquinho. Segundo Fábio Bernardo, a pessoa tem até seis meses para retirar o cartão no Banrisul a partir do momento que se cadastrou no benefício do governo Federal.

150 para alunos do ensino médio

Famílias de baixa renda, mesmo àquelas que não estão ainda no  Bolsa Família, mas possuem filhos estudando no Ensino Médio e estão no Cadastro Único, têm o direito de receber R$ 150,00 mensalmente. Lembrando que a validade do cadastro único é de dois anos e passado este período, precisa atualizar.

O titular da Assistência Social de São Leopoldo também chamou a atenção para os oportunistas que não precisam dos benefícios, mas ainda sim, se cadastraram. “Quem passa informação incorreta para receber esses benefícios, vai responder por isso. Estamos muito atentos e temos todas as informações. Vamos começar pelo bairros nobres. Não digo que lá não tenha gente que precise, mas vamos verificar.”

Assista ao programa completo abaixo:

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo