NUTRINDO SUA SAÚDE: O que gera os transtornos alimentares e como tratar?

3 de março de 2023 - 10:42

Estreou nesta sexta-feira (3), e irá ao ar na primeira sexta de cada mês, o programa Nutrindo sua Saúde com a nutricionista Alice Bombassaro e contou com a participação da convidada Paola Prunzel, nutricionista de São Leopoldo, especialista em comportamento alimentar.

Dietas, regimes e dicas aleatórias nós encontramos por todos os lados, mas você sabe o que te faz comer? Ou quais os motivos que te levam a rejeitar a comida? Você sabe qual a diferença entre compulsão alimentar e comer muito após um dia ruim?

Tudo isso foi tratado ao longo do programa. “A nutrição clínica tradicional foca no que se come. A nutrição comportamental também foca nisso, mas também como e porque você come”, explicou Paola que completou: “Não se pode negar esse fator emocional que o paciente leva ao consultório.”

Segundo Alice, os transtornos alimentares, como bulimia, anorexia ou compulsão, podem surgir por vários motivos até o genético, mas as dietas da moda também podem acabar colaborando com isso. “A sociedade sempre tem uma dieta da moda e o problema em relação a isso é não ter uma orientação profissional e com isso, pode acabar gerando um transtorno alimentar.”

Veredito: culpado! Será?

Muitas pessoas sentem culpa após comer um doce ou comer aquele churrasco, enfim, quando ingerem algo que não é de costume. De acordo com Alice, esta culpa não tem motivo para existir. “Não é uma refeição que dará problema. A questão são os hábitos criados ao longo dos anos”, ressaltou.

Conforme Paola, comer uma barra de chocolate inteira por felicidade, cansaço, tristeza ou por qualquer outro sentimento não quer dizer que a pessoa tem compulsão. Neste tipo de transtorno, o paciente pode chegar ao nível de buscar o alimento no lixo, por exemplo. “Compulsão faz o paciente comer uma quantidade muito grande e o importante é colocar o alimento pra dentro.” Já a bulimia, um dos transtornos mais tratados em seu consultório junto com a anorexia, causa justamente o oposto. ” Na bulimia, a pessoa até come, mas depois busca um remédio ou provoca o vômito para expurgar a refeição”, explicou.

Outro transtorno tratado pela nutricionista Paola e não muito conhecido é o Tare: Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo. “Nesses casos, a pessoa sofre para comer determinado alimento, como por exemplo, uma salada que a leva a ter um sofrimento muito grande, podendo gerar até ânsia de vômito. Isso pode estar ligado a algum trauma ou qualquer outra questão emocional.”

Quem quiser marcar uma consulta com a nutri comportamental Paola Prunzel, basta entrar no seu Instagram @nutripaolapruzel.

Assista ao programa completo abaixo:

 

 

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo