Confirmadas 44 mortes por causa das chuvas em São Paulo

21 de fevereiro de 2023 - 13:07
Por Agencia Brasil

O governo do estado de São Paulo informou que, até o momento, 44 óbitos foram confirmados por causa das fortes chuvas, sendo 43 em São Sebastião e um em Ubatuba. Equipes do município com psicólogas e assistentes sociais fazem um trabalho de acolhimento dos familiares das vítimas do temporal que assolou o litoral norte no sábado (18) e domingo (19).

Já foram identificados sete corpos e liberados para o sepultamento. São dois homens adultos, duas mulheres adultas e três crianças. Os trabalhos de busca, resgate e salvamento seguem ininterruptamente na região. Atualmente há 1.730 desalojados e 766 desabrigados em todo estado.

Disque 100

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) disponibilizou o Disque 100, opção 2, para receber comunicações de pessoas atingidas pelas fortes chuvas no litoral sul do estado de São Paulo, nos municípios de São Sebastião, Ubatuba, Guarujá, Bertioga e Ilhabela.

A central de atendimento funciona 24 horas, 7 dias da semana, para auxiliar na acolhida de informações sobre pessoas desaparecidas e locais de abrigo, acolher pedidos de socorro de pessoas isoladas em apoio às centrais 190, 193 e 192.

Hospital de campanha

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, confirmou nesta terça-feira a construção de um hospital de campanha da Marinha, que passará a funcionar a partir de quinta-feira (23) para o atendimento às vítimas das fortes chuvas que atingiram o litoral norte do estado.

Durante coletiva no Porto de São Sebastião, Tarcísio garantiu a chegada do Navio-Aeródromo Multipropósito Atlântico, o que permitirá criar uma estrutura para reforçar o atendimento médico e desafogar os hospitais da região que estão priorizando casos mais graves.

Segundo o governador, o Navio Atlântico vem com uma estrutura de hospital de campanha com até 300 leitos de enfermaria. Há também profissionais de saúde de ortopedia, clínica médica, traumatologia e psiquiatra, o que pode aliviar a pressão e liberar a capacidade dos hospitais da região.

Tarcísio de Freitas ainda confirmou que 180 fuzileiros navais, especializados em ações de resgate e desobstrução, reforçam o trabalho da Defesa Civil. O governador também disse que a Marinha disponibiliza, a partir desta quarta-feira (22), embarcação dotada de rampa capaz de atracar em praias para o resgate de vítimas que ainda estão em áreas isoladas.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo