POR SÔNIA BETTINELLI: Sai o IBSaúde, entra o IDEAS na administração da UPA de São Leopoldo

15 de fevereiro de 2023 - 00:25
Por Sônia Bettinelli

Em mais uma sessão da Câmara de Vereadores de São Leopoldo com a saúde na pauta principal, o secretário adjunto Diego Pitirini informou que o IDEAS assume o comando da UPA, no bairro Scharlau, a partir de sábado (18). Pelo menos nos próximos 90 dias, o quadro de pessoal seguirá o mesmo do IBSaúde, porém a decisão é da nova administração.“Isso é critério da nova contratada. Em reunião, sempre nos informaram que iriam priorizar nesses primeiros 90 dias de contrato de experiência, manter os funcionários existentes”, disse Pitirini. A presença do adjunto na tribuna da Casa foi para responder questionamentos dos vereadores de oposição que estiveram n a UPA nos últimos dias para fiscalizar o atendimento à população e saber da situação dos trabalhadores. O grupo IDEAS, que já administra parte da rede municipal de saúde, venceu a licitação para a UPA.

Piso nacional da enfermagem

A principal crítica do vereador Gabriel Dias (Cidadania) é sobre o piso da enfermagem. “O governo diz que paga o piso e até mais que o piso, mas não é o que os servidores do Hospital Centenário dizem inclusive nas minhas redes sociais, é só ir lá e ver o que dizem os servidores do Centenário e da rede básica”, disse Gabriel referindo-se ao vídeo que fez na segunda-feira (13) perguntando aos servidores se recebiam o piso como será pago para os contratados do IDEAS para atuar na UPA. Mais de 40 respostas, a maioria dizendo que não recebem conforme a lei que estabelece: R$ 4.750,00 para enfermeiros; R$ 3.325,00 para técnicos de enfermagem R$ 2.375,00 para auxiliares de enfermagem e parteiras.

Fica a dica

Após elogiar o secretário de Proteção Animal, Valter Léo Verbist pela prestação de contas de 2022, a vereadora Ana Affonso (PT) sugeriu que outros secretários façam isso. “Prestem contas do trabalho aqui (plenário)”.

Plantão

A falta de duas assinaturas para instalação da CPI da Saúde não tirou a pauta da saúde da tribuna. Na semana anterior a secretária Paula Silva usou a tribuna para justificar a ausência do ônibus da saúde nas comunidades onde não há unidades básicas. Antes da secretário um líder comunitário usou a tribuna para reclamar da falta do ônibus e das equipes.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo