Na 1ª sessão de 2023, Gabriel, Hitler e Falcão protocolam pedido de CPI da Saúde

2 de fevereiro de 2023 - 20:25
Por Sônia Bettinelli

Na primeira sessão de 2023, na noite de hoje (2), os vereadores Gabriel Dias (CIDADANIA), Jeferson Falcão (MDB) e Hitler Pederssetti (UNIÃO BRASIL) protocolaram pedido para abertura de uma CPI da Saúde, para investigar possíveis irregularidades nos contratos entre a Prefeitura e o Instituto Brasileiro de Saúde, Ensino, Pesquisa e Extensão para o Desenvolvimento Humano Saúde, de janeiro de 2017 a janeiro de 2023. O IBsaúde administra a UPA, instalada no bairro Scharlau.

O contrato está sendo investigado pela Polícia Federal (PF) em duas operações denominadas “Autoclave” e “Septicemia”, a última deflagrada em dezembro de 2022, com o cumprimento de mandados de prisão e de diversos mandados de busca e apreensão em São Leopoldo, inclusive na sede da Secretaria de Saúde, na residência do Prefeito e na de outros agentes políticos.

Respostas à sociedade

De acordo com os vereadores, os contratos com IB Saúde tem sido objeto de ações judiciais, também do Tribunal de Contas do Estado, de atuação do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul. “Se a sociedade quer explicações, a Câmara de Vereadores não pode se omitir, temos que fazer nosso papel fiscalizador, ainda maia quando se trata da saúde das pessoas”, afirma Gabriel.

A CPI, para ser instalada precisa de 5 assinaturas. “Esperamos a colaboração dos nossos colegas, para que assinem é assim possamos fazer nosso papel fiscalizador”, afirma Falcão.

Segundo o vereador Hitler Pederssetti, o cuidado com o dinheiro público é uma obrigação do legislativo. “Necessitamos com urgência dar uma resposta aos Leopoldenses ante tantos alardes de corrupção dentro da gestão da saúde, que é o principal serviço público prestado para a comunidade”, afirma Pederssetti.

Nestor defendeu Vanazzi

O vereador do PT Nestor Schwertner, foi o único da base governista a falar sobre o pedido de CPI. “Todos nós estamos tranquilos em relação a esse conjunto de questões. Temos certeza que a Câmara de Vereadores pode ter sua opinião política, mas achamos importante que a Polícia Federal siga seu itinerário e nos traga a resposta, justa para nossa cidade que é a absolvição do prefeito Vanazzi”, disse Nestor.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo