Empresário de Canoas é resgatado pela Polícia Civil em Portão e dois sequestradores são mortos

28 de dezembro de 2022 - 08:38

A Polícia Civil, por meio desta 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, localizou na noite de ontem (27), em Portão, o cativeiro onde um homem sequestrado no dia anterior (26), em Canoas, era mantido em cárcere. Seus familiares, extorquidos, chegaram a pagar mais de R$500 mil para libertação.

A vítima, de 31 anos, foi arrebatada na região central de Canoas, no dia 26 de dezembro, por volta das 18h15. Ele e seus familiares possuem um comércio na cidade. Ainda na mesma data, por volta das 19h, a família passou a receber contatos por meio de Whatsapp. Os interlocutores sinalizavam estarem em poder da vítima e exigiam que o valor de R$500 mil fosse pago a título de resgate. Os familiares se dirigiram à Delegacia de Pronto Atendimento de Canoas e, tendo em vista a natureza do crime e a necessária especialização para o assessoramento ao caso, foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos e Antissequestro, órgão vinculado ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Segundo o Delegado João Paulo de Abreu, titular da 1ª DR/DEIC, iniciada a investigação, chegou-se à identificação de, ao menos, três pessoas envolvidas no crime. Foram realizadas diligências que resultaram, em um primeiro momento, na prisão em flagrante de um homem, na cidade de Canoas, que estava na companhia de uma mulher. Com ele, foi encontrado o veículo VW/FOX, cor preta, utilizado no arrebatamento da vítima. O veículo é produto de crime, tendo sido roubado no dia 21 de novembro, na cidade de Guaíba.

Após a prisão, foi obtida a informação sobre o local exato do cativeiro, razão pela qual nova ação operacional foi desenvolvida, dessa vez, na cidade de Portão, em área rural. Ao acessarem o local (um galpão), a equipe tática da especializada foi recebida por diversos disparos de arma de fogo, razão pela qual houve resposta armada. Dois suspeitos foram mortos no local. A vítima de sequestro foi localizada no interior de um banheiro.

Em ações sequenciais, outras equipes realizaram a prisão de mais um homem, de 32 anos, responsável por receber valores transferidos da conta da vítima para sua conta bancária e, ao longo do dia, intentar saques em diferentes estabelecimentos bancários. Ele foi preso em São Leopoldo, quando tentava fuga. A ação na cidade contou com apoio da Brigada Militar e da Guarda Civil Municipal.

A investigação prossegue para apurar a participação de outras pessoas no caso.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo