Vai ter ginásio do Alambique na Baixada

20 de dezembro de 2022 - 16:04
Por Juliano Palinha/Sônia Bettinelli

Uma obra conquistada pela população da Vicentina, São Miguel, da Baixada, do OP 2006/2007/2008, deve sair do papel no primeiro semestre de 2023. Trata-se do projeto Ginásio do Alambique, cujo início da obra foi assinado ontem (19), pelo prefeito Ary Vanazzi (PT). Será um investimento de R$ 482 mil, sendo R$ 195 mil recurso da prefeitura e restante de emenda parlamentar intermediada pelo deputado federal Dionilso Marcon (PT). O prazo de execução é de 150 dias após a assinatura da ordem de início.

Hoje (20), o vereador Lemos (PSB) e o presidente do Alambique, Jandir Miranda, Jandão, recordaram o esforço e a mobilização da comunidade para ter um ginásio que vai disponibilizar a prática de diversas modalidades de esporte como inclusão das crianças da região.

“Começamos no OP de 2006, voltamos no OP de 2007 e depois 2008, sempre como uma das obras do OP com maior número de votos na região Metropolitana de Porto Alegre. Apesar das dificuldades nunca desistimos, sempre corremos atrás da Prefeitura e dos deputados. Por uma série de motivos sempre parou por algum momento. Mas agora a boa notícia é que o dinheiro da emenda foi depositado na semana passada pelo governo federal. A comunidade sempre nos cobrou e ajudou na luta por essa obra. Agradeço ao prefeito que está cumprindo com o que prometeu”, disse Lemos acrescentando que teria uma lista de mais de 200 nomes da região que sempre estiveram juntos lutando para ver essa demanda em pé.

Para o presidente do Alambique, Jandão, “a assinatura da ordem de início da obra é o nosso sonho do ginásio esportivo se tornando realidade. Esperamos muito por esse momento e vamos em frente trabalhando muito para que a comunidade possa usar”.

A construção da quadra coberta será um investimento de R$ 482 mil, sendo R$ 195 mil recurso da prefeitura e restante de emenda parlamentar intermediada pelo deputado federal Dionilso Marcon (PT). O prazo de execução é de 150 dias após a assinatura da ordem de início. “O ginásio será coberto, mas não fechado. Para isso teremos outro desafio que será buscar recursos para fechar ele”, lembrou Lemos.

O complexo do Alambique da Baixada, como é chamado, vai além do futebol. “O ginásio atenderá o projeto do boxe, a escola de samba Alambique, as ONGs e muito mais. O projeto do Alambique sempre foi atender a comunidade em várias áreas. Por isso nunca desistimos”, reforçou o vereador.

O que diz o prefeito Vanazzi

“Essa obra vai atrair mais investimentos para a região, assumimos o compromisso de continuar investindo. Esta comunidade tem muitas necessidades e nunca fechamos os olhos para isso”, disse o prefeito durante a solenidade.

Saiba mais

O Alambique Leopoldense é um dos clubes mais tradicionais e vencedores de São Leopoldo e região, tanto no 1º e 2º Quadro, mas também na categoria Veterano. Começou em 1999, a partir da iniciativa de um grupo de amigos durante uma pescaria. “Tivemos a ideia de fazer um time, começaríamos com o futebol de salão, mas acabamos apostando no campo. Um amigo convidava o outro, e assim foi”, disse Tiago. O primeiro campeonato na várzea foi disputado em 2005, e a equipe já havia ganhado corpo. Foi quando, nos anos seguintes, o Alambique ingressou de vez nas plenárias do OP, em busca do objetivo de desenvolver um campo próprio, primeiramente.

Depois da conclusão dos trabalhos, a intenção é que o ginásio possa auxiliar a comunidade nas aulas de futsal para as crianças, mas também boxe e artes marciais, como é o sonho de Tiago Silva, assim como as atividades do grupo carnavalesco e a cultura em geral. “Existem muitas crianças que não gostam de futebol. Vamos deixá-las de lado? Na periferia, sabemos como é difícil criar os filhos. Então, vamos ocupar a mente deles com outras atividades produtivas”, comentou ele. Futuramente, a projeção é que sejam criadas oficinas variadas.


Ouça abaixo a entrevista com presidente Jandão e o vereador Lemos aqui

https://www.facebook.com/berlindanews/videos/506928798197274

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo