Rogério da Silva segue na presidência do Consepro de São Leopoldo para biênio 2023/2024

29 de novembro de 2022 - 16:38

O empresário Rogério Daniel da Silva segue na presidência do Conselho Comunitário  Pró-Segurança Pública (Concepro) de São Leopoldo para o biênio 2023/2024. A eleição ocorreu ontem (28) em Assembleia Geral Ordinária, realizada no Auditório 1 da ACIST-SL, que também apresentou a prestação de contas de 2021/2022. “Agradeço a confiança, mas acima de tudo, agradeço a integração entre os organismos de segurança. É graças a estas parcerias que os números negativos do nosso município vêm reduzindo”, salientou. Assim como Rogério foi eleito uma nova diretoria.

O titular da 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, Delegado Eduardo Hartz, esteve presente na assembleia e agradeceu o empenho do CONSEPRO e dos seus voluntários. “Nada hoje é tão valioso como o tempo e vocês destinam parte dele para nos auxiliar em vários momentos. Nosso reconhecimento e gratidão”.  Ele acrescentou que nestes quatros anos em que está atuando na região, sempre teve o Conselho como um parceiro da sociedade civil  que vem concretizando ações que o poder público não consegue por uma série de fatores.  “Como morador, sou testemunha de que as pessoas se sentem mais seguras na cidade e isto significa muito para nós, servidores que somos”, reforça.

Diretoria:

  • Presidente: Rogério Daniel da Silva
  • Vice-presidente: Davi Dalcin
  • 1ª secretária: Rejane Osinski
  • 2º secretário: Luis Fernando Farias dos Santos
  • 1º tesoureiro: Clóvis Perraro
  • 2º tesoureiro: André Defferrari

Conselho Fiscal:

  • Titulares: Sérgio Dienstmann, Filipe Dias Schuck e Odenir de Zorzi
  • Suplentes: José Nilo Correa, Antônio Marcos de Oliveira e Muniz Couto de Castro.

Participaram da Assembleia, que foi presidida  por Claudio Garcez, assessor do Sindimental e secretariada por Maiara Fangueiro, gerente executiva da ACIST-SL,  representantes da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil.

Prestação de contas

A Assembleia Geral também aprovou por unanimidade a prestação de contas do exercício 2021/2022. De janeiro a outubro deste ano, o CONSEPRO arrecadou R$49,9 mil. Em contrapartida, contabilizou despesas na ordem de R$50,6 mil no mesmo período. “Tem sido uma constante encerrarmos no negativo. Esta é uma realidade que desejamos mudar em 2023. Faremos projetos para obtenção de recursos em frentes como Ministério Público, dentre outras”, ressalta.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo