“É o preço do leite, alimento essencial para crianças e idosos que as pessoas não conseguem comprar”, Ana Affonso

23 de agosto de 2022 - 10:42
Por Sônia Bettinelli

Quatro anos depois de compor  a chapa majoritária para o Piratini, junto com Miguel Rosseto, a vereadora  Ana Affonso está refazendo o roteiro pelo Estado agora como candidata a deputada estadual (cargo que já ocupou 2011/2014). Hoje, com base de campanha em mais de 100 municípios  Ana destaca  o verbo esperançar e o interesse das pessoas como principal motivador para os próximos 41 dias de busca pelo voto. “Sempre priorizando a região metropolitana, mas agora, no interior,  as pessoas sabem e lembram quem é Ana Affonso, não preciso mais me apresentar só como  vereadora de São Leopoldo, mas como candidata que conhece as principais demandas de toda a população especialmente das mulheres”, disse a candidata hoje (23) no Berlinda News Entrevista.

Fome crônica

“O cenário é de uma política econômica que resultou no aumento de pessoas com fome e não falo aqui de alguém que não teve o almoço em um dia, mas de uma fome crônica de dias, aquela fome que faz a barriga doer. E  nesse quesito o valor da gasolina não é o problema. É o preço do leite, alimento essencial para crianças e idosos que as pessoas não estão conseguindo comprar. Carne então nem se fala.”

Solidariedade, política pública

“Entre as minhas propostas para a Assembleia Legislativa está transformar em política pública a solidariedade como o prefeito Vanazzi fez aqui em São Leopoldo durante a pandemia. Mais de 70 entidades sociais se juntaram para atender as famílias em vulnerabilidade e hoje tem cozinhas comunitárias para atender as famílias. É uma das ações para levar o alimento às pessoas.”

Comitês populares

“O primeiro comitê popular do RS foi aberto aqui em São Leopoldo na casa do seu João, na Vicentina. Na pré-campanha eram os comitês populares, hoje são comitês Lulas e funcionam na casa das pessoas reunindo o morador da quadra, a liderança comunitária, o presidente da escola de samba, enfim pessoas que vão nos dizer o que precisam para seus lugares. Hoje temos 50 comitês Lula em São Leopoldo. Foi uma diretriz nacional.”

Ouça o programa completo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo