Stihl registra recorde de faturamento do primeiro semestre e supera o valor de 1,8 bilhões

5 de agosto de 2022 - 07:08

A Stihl, líder no mercado brasileiro de ferramentas motorizadas, registrou números recordes de faturamento no fechamento do semestre. Na sequência dos resultados positivos da empresa, por meio de um trabalho de gestão sólido e com frequentes investimentos para ampliação da capacidade produtiva, a STIHL alcançou um crescimento de 18% no faturamento, em comparação com o mesmo período do ano passado, e o montante de R$1.800.00,00 líquido, maior valor já atingido nos primeiros seis meses na história da empresa no Brasil. As exportações possuem relevância neste resultado pois representam 48% do faturamento. Os principais equipamentos exportados foram motosserras, roçadeiras e sopradores, com destaque para os mercados dos Estados Unidos, China, índia, México e Colômbia.

“Registrar uma sequência crescente de resultados positivos, principalmente nos últimos dois anos, mediante todos os complexos desafios estabelecidos no mercado, justifica-se, especialmente, por uma razão: a STIHL não esperava essas turbulências, entretanto, mesmo assim, estava preparada para enfrentá-la por conta de uma gestão sólida e de investimentos constantes para melhoria e crescimento do negócio. Seguimos aumentando a capacidade de recursos ano após ano. Desde 2019 a STIHL Brasil investiu um montante superior a R$ 1,1 bilhão de reais, o que inclui o novo prédio do vestiário, com 2.560 m², e da ferramentaria, de 2.400 m², anunciados em novembro de 2021 e com conclusão prevista para agosto deste ano. Desta forma, ampliamos a capacidade produtiva para atender ao mercado, acompanhar o crescimento das vendas e consequentemente, registrar resultados cada vez mais prósperos”, afirmou o presidente da empresa, Cláudio Guenther. Sobre lançamentos, Guenther ressalta: “No mês de julho, teremos o lançamento das motobombas que auxiliam diversos setores, principalmente, produtores rurais e profissionais da construção civil. Os equipamentos contribuem na irrigação de hortas e lavouras, na drenagem de grandes espaços, no transporte de água de rios, lagos, poços e outros reservatórios de áreas de cultivo”.

Neste segundo semestre, a STIHL irá investir na ampliação de duas estruturas do parque fabril. O prédio de Pesquisa e Desenvolvimento, para que seja possível desenvolver e exportar ainda mais tecnologia para o Grupo STIHL, uma vez que até 2024 a estrutura irá duplicar e teremos cerca de 150 engenheiros trabalhando na planta brasileira – atualmente são 60. E o Centro de Distribuição da matriz em São Leopoldo, contará com novo espaço de produção, para as novas linhas de montagem de produtos, o que aumentará os modelos de equipamentos produzidos no Brasil – entre as novidades, está o início da produção de lavadoras. Além disso, em novembro, está prevista a inauguração do novo Centro de Distribuição (CD) da empresa, localizado na cidade de Benevides (PA), que visa reduzir mais o tempo de entrega dos produtos, aprimorando a qualidade da logística e otimizando custos. A estrutura atenderá a Região Norte e parte do Nordeste do país, hoje atendidas pelo CD de Jundiaí. Durante esta semana, Guenther e o vice-presidente de Marketing e Vendas, Romário Britto, estiveram em Benevides visitando o avanço das obras na estrutura e as concessionárias STIHL na região.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo