CASO ALESSANDRA DELATORRE: Polícia e bombeiros voltam ao matão para nova varredura

5 de agosto de 2022 - 11:57
Por Sônia Bettinelli e Juliano Palinha

Vinte e um dias (21) após o desaparecimento da advogada Alessandra Delltorre, ela sumiu no dia 16 de julho, a Polícia Civil e Corpo de Bombeiros retornam ao Matão, estrada que liga São Leopoldo a Sapucaia do Sul, onde ela foi vista pela última vez, para refazer a varredura.

Estão no local o delegado André Serrao, da DP de Homicídios de São Leopoldo, responsável pelo caso e a comandante do Corpo de Bombeiros Major Karhin. Segundo eles, não haveria nenhuma novidade sobre a localização da advogada. “Só refazendo o perímetro. Sem novidades”, disse o delegado.

A advogada saiu de casa para caminhar, no sábado, dia 16 de julho, por volta das 15 horas e teria sido vista entrando no mato. O local foi vistoriado por três dias pelo Corpo de Bombeiros com cães farejadores, porém sem encontrar pistas ou vestígio.

Na semana passada, os pais disseram em vídeo que estão oferecendo recompensa de R$ 15 mil para quem souber de informações da filha. Ontem os próprias pais, segundo o delegado, estiveram no horto florestal a procura da jovem.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo