SÃO LEOPOLDO: Só em 2022, polícia registrou 44 casos de desaparecidos; desses 15 pessoas foram encontradas

21 de julho de 2022 - 20:23
Por Sônia Bettinelli

De janeiro até hoje, a Delegacia de Polícia, chefiada pelo delegado André Serrao, recebeu e registrou 44 casos de pessoas desaparecidas em São Leopoldo. Desse total, 15 foram encontradas conforme informa o delegado André Serrao, titular da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de São Leopoldo. Entre os 29 desaparecidos, conforme a polícia, está a advogada Alessandra Dellatorre e Antônio Oliveira, cujo desaparecimento foi registrado no dia 17 (sábado).

Delegado André Serrao, titular da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de São Leopoldo

Sobre o caso da advogada  Alessandra Dellatorre, a polícia optou por um trabalho sigiloso. “A partir de hoje (20) as investigações seguirão em sigilo para que a polícia possa trabalhar e resolver o quanto antes este caso. A superexposição está atrapalhando bastante as investigações”, disse o delegado.

Sobre o caso Antônio Oliveira, a filha disse ontem (21) ao site Berlinda que o pai segue desaparecido. A informação confirma a situação de desaparecido. Porém, o delegado André  Serrao disse teria ocorrido um contato  do senhor Antônio com um familiar e teria dito que não queria voltar para casa. “Para nós (polícia) o caso só estará encerrado quando o senhor Antônio for encontrado e disser se quer voltar para casa ou não. Se ele estiver lúcido e sã tem o direito de voltar ou não”, explicou o delegado.

O delegado André diz que os 29 casos de desaparecidos seguem sondo investigados. “Continuam, pois o desaparecimento só se encerra com o encontro da pessoa”.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo