Lilian Silva diz que reestrutura equipara salário de coordenadores de linhas de cuidado

19 de julho de 2022 - 12:57
Por Sônia Bettinelli

O principal objetivo da reestruturação administrativa do Hospital Centenário (HC) é a criação de coordenadorias formadas por profissionais médicos/enfermeiros (duplas) com  a mesma equiparação salarial e de função. “Até agora o médico (profissional) tem hierarquia e maior salário. Com a reestruturação o enfermeiro (profissional) estará no mesmo patamar de hierarquia e financeiro recebendo Função Gratificada (FG) “, explicou a presidente do HC, hoje (19), Lilian Silva, no Berlinda News Entrevista.

Conforme Lilian, o projeto aprovado na sessão de quinta-feira (14)  reduziu de 58 para 53 CCs, porém financeiramente representará R$ 30mil/mês a mais por conta das FGs para equiparar a função do profissional da enfermagem.

Infecção hospitalar

“Entre as mudanças aprovadas está a situação dos responsáveis pelo controle da infecção hospitalar . O médico e a enfermeira tem a mesma responsabilidade, porém diferença na gestão e no salário. Agora os dois estarão no mesmo patamar. Até agora o médico é o diretor e a enfermeira a coordenadora. Com a mudança serão os dois coordenadores dessa linha de cuidado”.

Portaria hospital/escola

“A reestruturação administrativa é uma das pequenas mudanças para deixar o Centenário dentro dos critérios de hospital/escola exigido pelo Ministério da Saúde. O projeto físico das normas tem 150 páginas, é extenso. Desde 2016, nenhum novo hospital recebeu a portaria, mas nesse período estamos preparando a fundação de acordo c0m o que pede o Ministério da Saúde.”

Ouça o programa na íntegra

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo