Um dos brasileiros que morreu sexta-feira (1) na guerra da Ucrânia, é gaúcho primo do deputado Carlos Búrigo

3 de julho de 2022 - 13:34

Mais dois brasileiros morreram na guerra da Ucrânia, em um bombardeio que ocorreu entre a noite de sexta-feira (1º) e a manhã de sábado (2), na região de Kharkiv. As duas vítimas teriam ido para a Ucrânia para prestar ajuda humanitária nos conflitos entre o país e a Rússia.

Uma das vítimas é o gaúcho Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos. A informação foi confirmada por familiares do homem, que morava em São José dos Ausentes, na serra gaúcha. Segundo a família, Douglas foi para a Ucrânia há cerca de um mês, com o objetivo de ajudar as vítimas do conflito com a Rússia.

Anteriormente, em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, Douglas serviu ao Exército, por cerca de quatro anos. Atualmente, trabalhava com transportes. Ele deixa uma filha.

A família foi comunicada da morte por outros brasileiros que estavam com ele. O deputado estadual Carlos Búrigo, que é primo do gaúcho, também confirmou a informação. Familiares afirmam que aguarda informações oficiais do governo ucraniano para repassar ao Itamaraty.

Procurado, o Ministério das Relações Exteriores informou que está apurando a informação.

De acordo com o portal UOL, outra brasileira, Thalita do Valle, morreu no mesmo bombardeio. Ela estava no mesmo grupo que Douglas, em um alojamento. Conforme informações de seu perfil no Linkedin, Thalita era advogada e integrante da comissão de direito dos refugiados da OAB de São Paulo.

Em junho, o Itamaraty havia confirmado a morte do brasileiro André Hack Bahi, 43 anos. Natural de Porto Alegre, o voluntário foi uma das vítimas dos pesados ataques russos à cidade de Severodonestk.

Por Gaucha ZH

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo