Trabalhadores do transporte público de São Leopoldo aprovam estado de greve e rejeitam 5% da patronal

24 de junho de 2022 - 23:51
Por Sônia Bettinelli

Em assembleia realizada na noite de ontem (24), os trabalhadores do transporte público de São Leopoldo, principalmente motoristas das empresas Sete de Setembro, Sinoscap, Viação Leopoldense e Feitoria rejeitaram a contraproposta patronal de 5% e aprovaram estado de greve. A categoria reivindica 27% de reajuste para o período 2022/2023, com o argumento que há três (3) não tiveram qualquer reajuste.

Conforme o tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de SL, Wilson Caetano, a próxima assembleia será no dia 4 de julho (segunda-feira) e a entidade buscará audiência de mediação, junto ao Tribunal Regional do Trabalho na próxima semana.

“Se na próxima segunda (4)  não tivermos proposta, a categoria definirá pela greve e fará todas as formalidades legais, inclusive o aviso à  comunidade com 72 horas de antecedência conforme estabelece a lei de greve”, diz Caetano.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo