Policiais paulistas e gaúchos fazem operação contra nudes; uma vítima perdeu R$ 104 mil

21 de junho de 2022 - 15:02

Duas pessoas presas e 11 mandados de busca e apreensão foi um dos resultados da Operação Pothos (Nudes/DPs fakes), deflagrada hoje (21) por policiais civis de São Paulo com apoio de DPs da 3ª DRM, com a participação do delegado Tarcisio da 1ª DP/NH. A operação foi realizada em São Leopoldo, Novo Hamburgo, Parobé, Campo Bom, Charqueadas. De uma das vítimas, de São Paulo, associação criminosa, tirou R$ 104 mil. As prisões ocorreram em Parobé, enquanto em São Leopoldo foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão.

Conforme o delegado de Polícia de São Paulo, Dr. Edmar Rogério Dias Caparroz, que preside as investigações e “na verdade, trata-se da modalidade de extorsão conhecida como ‘sextorsão’ consistente na ameaça de se divulgar imagens íntimas para forçar alguém a fazer algo e, no presente caso, ceder a vantagem financeira”. A operação foi realizada pela Polícia Civil de São Paulo, por meio da Central de Polícia Judiciária de Presidente Venceslau. 

R$ 104 mil

Na investigação, “os criminosos chegaram a enviar imagens da menor lesionada e de uma Delegacia de Polícia cenográfica, confecção de um atestado de óbito da adolescente e de um mandado de prisão expedido em desfavor da vítima, tudo para dar maior credibilidade ao golpe, auferindo os criminosos mais R$ 104.000,00 (cento e quatro mil reais) em prejuízo à vítima, completou Caparroz.

O Golpe

  • A vítima é atraída por  perfis falsos de mulheres nas redes sociais e induzidas a troca de fotos, por meio de aplicativos de conversas.;
  • Com as imagens, a suposta mulher diz ser menor de idade;
  • A partir dessa etapa do golpe,  os criminosos passam a ligar para a vítima dizendo ser  familiares, advogados e até policiais civis, todos fictícios;
  • Começam a exigir a transferência de valores para que as imagens não sejam levadas às autoridades (polícia);
  • Para evitar que o caso venha à toma, as  vítimas acabam cedendo as exigências e realizando as transferências bancárias;

Prisões em flagrante em Parobé

Enquanto os policiais cumpriam mandados de busca e apreensão, duas pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. Isso porque os policiais apreenderam cocaína, maconha, celulares, cartões de crédito e notas fiscais de compras de diversas mercadorias. A polícia não divulgou para qual presídio os presos foram levados para não atrapalhar as investigações.

50 policiais

A  operação policial contou com a presença de 42 policiais civis lotados nas delegacias de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, circunscritas à 3ª DPRM e com 8 policiais civis do Estado de São Paulo.
A Operação Pothos é uma alusão ao deus grego da paixão, anseio e desejo, e contou com apoio de policiais civis do Vale dos Sinos, RS.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo