Marcelo Camillo, 36 anos, morreu após ser esfaqueado dentro da empresa, hoje, no São João Batista

6 de junho de 2022 - 20:50

Marcelo Camillo, 36 anos, morreu hoje (6) após ter sido esfaqueado por um homem de 56 anos, segundo o delegado André Serrao, supervisor da vitima, dentro da empresa localizada na Avenida Getúlio Vargas, no bairro São João Batista.

Titular da  DHPP/DHM/DPHPP (Homicídios), delegado André  relata que o  crime teria sido motivado por uma briga entre dois funcionários da empresa por conta de horário do café. O suspeito (54 anos- 20 anos de serviço) era supervisor e não gostou que a vítima (36 anos – 03 anos de serviço) foi tomar café naquele horário, circunstância em que munido com estoque artesanal (instrumento perfurocortante) desferiu um único golpe no tórax do seu colega de trabalho”, diz a ocorrência.

A vítima foi socorrida ao Hospital Unimed de São Leopoldo, porém, onde teve uma parada cardíaca e não  resistiu.

A arma do crime foi apreendida em cima da bancada e será encaminhada posteriormente perícias do IGP. Após o crime, o suspeito conseguiu fugir a pé do local do crime, não sendo possível ser contido pelos demais.

Denúncias Anônimas: 08006420121
WhatsApp: 51 98585-6111
www.pc.rs.gov.br

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo