POR JULIANO PALINHA: Brigada Militar de São Leopoldo vai usar câmeras instaladas nos uniformes

29 de maio de 2022 - 19:44

Buscando tornar cada vez mais transparente as abordagens e o trabalho da Brigada Militar, os militares do 25º Batalhão de Polícia Militar de São Leopoldo devem usar em breve câmeras instaladas nos uniformes. No programa Berlinda News Entrevista de quinta-feira (26), o comandante Major Goi, falou que já um projeto piloto do Estado em Caxias do Sul e que futuramente todos os militares irão usar. “A Brigada Militar tem um projeto piloto em andamento e que em breve deve se estender a todo o Estado. Deste modo, o 25ºBPM aguarda a evolução do processo e a orientação da Instituição sobre mais esse avanço que contribui para a transparência das ações policiais.”

Uso no Litoral Norte

Esse ano no litoral Norte os policiais já tiveram essa experiência. Foram 14 bodycams instaladas no uniforme de agentes no Litoral. Quatro câmeras foram utilizadas por equipes de Osório, e dez, em Capão da Canoa. Mesmo após a Operação Golfinho, realizada no verão, os equipamentos seguem em uso no Litoral.

Como funcionam as câmeras

O equipamento tem autonomia para gravar durante 12 horas ininterruptas. Após o turno de trabalho, o policial que utilizou a câmera devolve o equipamento no seu batalhão. As imagens são transmitidas para um servidor, que armazena as gravações, cujo acesso é exclusivo do Comando-Geral da Brigada Militar. A tecnologia assegura que as imagens não sejam copiadas diretamente da câmera por nenhum dispositivo.

Guarda Civil de São Leopoldo

O diretor da Guarda Civil Municipal de São Leopoldo, José Carlos Pedrozo, também revelou que a GCM deve usar esses equipamentos no futuro. “Já fizemos um estudo para adquirir essas câmeras. Se não for possível uma para cada agente pelos menos uma por equipe. É uma tecnologia extremamente nova e não há um protocolo de uso, mas acreditamos que é uma tendência muito forte para que todas as forças de segurança usem”. 

Sensação de segurança

Aliás, por falar em segurança, como é bom ver a integração entre Polícia Civil, Brigada Militar, Guarda Civil e Polícia Rodoviárias Federal. Além da entrevista que fizemos com os comandantes dos quatro poderes das forças de segurança do município, eu fui a rua e observei a reação da população. A grande maioria elogia o trabalho e diz que é preciso haver mais ações. O diretor da 3ª Delegacia Regional Metropolitana, o delegado Eduardo Hartz, diz que as ações são constantes, porém, individuais por força de segurança. “Se os números de criminalidade reduziram em São Leopoldo é justamente por essas ações que não param”, lembrou.

Redução em todos os indicadores criminais monitorados

O quarto mês de 2022 se encerrou com retorno à tendência de queda nos homicídios no Rio Grande do Sul, observada ao longo dos últimos três anos. O número de vítimas caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 neste ano. O resultado atesta a efetividade das ações realizadas pelas forças de segurança após ligeira alta ocorrida em março, em especial para a rápida contenção de conflito pontual entre organizações criminosas na Capital. Na soma de janeiro a abril, o Estado também registra queda nos assassinatos, de 564 no ano passado para 544 (-3,5%) – tanto no recorte mensal quanto no acumulado, os totais atuais são os menores desde 2006.

UBS Prisional

Ainda não iniciaram as  obras da UBS Prisional no Instituto Penal de São Leopoldo. Conforme a diretora Fernanda Camargo, com quem falei na sexta-feira (27), os recursos do Estado ainda não chegaram. A projeção da diretora era finalizar as obras no final deste mês e em junho iniciar com os atendimentos dentro do presídio. O custeio da equipe de saúde que atuará na UBS prisional será  com repasses dos governos estadual e federal na ordem de R$ 40 mil/mês. O atendimento será de 20 horas semanais, de segunda sexta-feira. A parte estrutural será montada pela Susepe. A equipe será composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, dentista e auxiliar bucal,  com investimento de repasses estaduais e federais. Já assistente social e psicólogo são contratados da Susepe.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo