Pulseiras ajudam na identificação de condições de pacientes no Hospital São Camilo em Esteio

9 de maio de 2022 - 13:16

A Fundação de Saúde Pública São Camilo de Esteio integrou na manhã desta segunda-feira (9), junto ao sistema informatizado de gestão do hospital, o G-Hosp, a possibilidade imprimir pulseiras de identificação para os pacientes. Além de contar com os dados da pessoa, é possível também informar, através de cores, se ela tem algum risco, como quedas ou alergias. A ideia é facilitar a identificação, pela equipe de atendimento, das condições do paciente.

Quem buscar atendimento no São Camilo receberá, no acolhimento, uma pulseira da cor branca com suas informações pessoais. Após, o paciente será encaminhado para triagem e poderá receber, dependendo da sua condição, outras duas pulseiras. A amarela é dada para pessoas que correm risco de queda, enquanto a vermelha mostra que aquele paciente tem alergia a medicamentos ou materiais hospitalares.

Julio Marino Antunes de Almeida foi o primeiro usuário do São Camilo a receber a pulseira. “É muito interessante que os pacientes tenham essa identificação”, comentou. Além dos atendidos na Emergência, pessoas internadas ou com procedimentos no bloco cirúrgico também passarão a usar as pulseiras de identificação.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo