“Só o partido não podia perder”, Aline Dantas, sobre eleição à presidência do MDB SL

3 de maio de 2022 - 16:15
Por Sônia Bettinelli

“O MDB Mulher colocou meu nome para a presidência do partido, mas sempre buscando o consenso e mesmo sem duas chapas, sempre alguém (filado ou grupo) vai perder. Isso faz parte. Só o partido não podia perder”, disse a primeira mulher que irá presidir o MDB de São Leopoldo, Aline Dantas Müller, hoje (3), no Berlinda News Entrevista. Passados três dias da convenção, executiva e diretório estão tratando da essência de um partido político que é a organização de pessoas em torno de um projeto político para a cidade. “Temos a eleição de 2022 e nosso foco é o Estado e União. O MDB de  São Leopoldo não terá nomes da cidade para Assembleia Legislativa e Câmara Federal, mas teremos nomes da região”, explica Aline.

2024

“Nosso planejamento é 2024, na eleição municipal. A prioridade 1 é bancada na Câmara de Vereadores. Hoje temos o vereador Jeferson Falcão, fazendo um excelente mandato e por isso vamos nos planejar e trabalhar para aumentar nossa presença no plenário. Depois é o Executivo, outra esfera que precisa de uma discussão mais complexa.”

Construção e fortalecimento

“O resultado da convenção de sábado (30) foi uma estratégia de construção a partir de uma leitura do cenário atual do vereador Falcão visando o fortalecimento do partido. Agora começa a segunda parte que é uma estratégia interna para blindar nossas decisões. Aliás o MDB precisa e terá uma decisão conjunta e única.”

Diversidade

“O MDB evoluiu como partido com a Diversidade, núcleo que abarca nefros, idosos, LGBTQI+, especiais, jovens, todas as minorias. O Juan está fazendo um excelente trabalho na diversidade.”

Ouça o programa na íntegra

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo