CAMPAHA SALARIAL: Assembleia do Ceprol rejeita mais uma vez a proposta do governo Vanazzi

21 de abril de 2022 - 11:47
Por Juliano Palinha

Os professores de São Leopoldo rejeitaram mais uma vez a proposta de reajuste oferecido pelo governo municipal ao funcionalismo público. Conforme a vice-presidente do Ceprol Sindicatos, Rosi Petersen, a decisão da assembleia geral, que ocorreu de forma virtual na noite de ontem, foi unânime e os professores disseram não aos valores apresentados. “Nossa proposta é 22% de reposição, 5% de aumento real e 50% no vale alimentação para a data base deste ano”, comentou. A direção do Ceprol ainda espera avançar nas pautas específicas e diz que a mobilização segue entre os professores.

A proposta do governo Vanazzi prevê o reajuste de 13,58%, considerando os 11,73% referentes ao INPC do período de 2021/2022 e, 1,65% que representa metade do percentual de 2019/2020, sendo o mesmo valor proposto ao vale alimentação. O governo promete pagar imediatamente aos trabalhadores, caso seja aceita pelo funcionalismo público.

SINDICATO DOS SERVIDORES ESTÁ ANALISANDO

O Sindicato dos Servidores não teve representante na segunda mesa de negociação, mas por meio da secretária da entidade, a proposta foi levada a presidente Aida Maria Potter. A dirigente disse que a direção, juntamente com a comissão de negociação, está avaliando a proposta e após encaminhará ao governo uma contraproposta.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo