Diretor da Vigilância em Saúde de SL diz que 90% das larvas coletadas no município são do mosquito da dengue

6 de abril de 2022 - 17:43
Por Juliano Palinha

Em São Leopoldo, 90% das larvas de mosquitos coletadas pelos agentes de endemias do município são Aedes aegypti. Ou seja, mosquito da dengue. A informação foi passada pelo diretor da Vigilância de Saúde, André Ellwanger, no programa Berlinda em Focco na tarde desta quarta-feira (7).

Até agora foram contabilizados em São Leopoldo 158 casos confirmados da doença e 363 são considerados suspeitos. O diretor afirmou que a força-tarefa tem intensificado os trabalhos, mas faz um alerta em relação as denúncias sem fundamentos. “Só para o pessoal ter ideia. Em fevereiro tivemos 11 denúncias, em março foram 150 e agora, em apenas seis dias de abril, já foram 30. O pior é que muitas delas sem fundamento nenhum. As pessoas querem consultoria. Tem gente que liga falando que os pais moram sozinhos e querem que a gente veja as calhas se estão acumulando águas. Isso não é serviço da prefeitura é particular. Então o pessoal precisa auxiliar”, comentou.

Até agora os bairros com registros são Santo André, Rio Branco, Santa Teresa, Arroio da Manteiga, Boa Vista, Campestre, Campina, Feitoria, Fião, Jardim América, Morro do Espelho, Pinheiro, Santos Dumont, São José e Scharlau.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo