Foragida, mulher de 23 anos é presa no Rio do Sinos, por participação em latrocínio em Canoas, em 2016

14 de março de 2022 - 21:04

Condenada  a 14 anos de prisão, uma mulher de 23 anos foi presa hoje (14), na Rua Doutor Hillebrand, no bairro Rio dos Sinos. Conforme a equipe da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), de São Leopoldo, contra ela havia mandado por sentença condenatória porque em  novembro de 2016, ela participou de  crime de roubo à residência com morte (latrocínio), no bairro Harmonia, em Canoas. A vítima foi uma idosa, à época com 80 anos de idade.

Conforme a polícia, em novembro de 2016, à época com 18 anos, a mulher foi  presa durante a investigação. Respondeu o processo em liberdade e estava foragida desde  junho de 2020, quando foi procedida a sentença. Em 2016 ela foi preso em um apartamento na Duque.

O crime

Na madrugada do dia 10 de novembro de 2016, no bairro Harmonia, em Canoas, conforme o  delegado Wagner Dalcin,  cinco jovens planejaram roubar objetos de valores da vítima. Entretanto foram reconhecidos e, ato contínuo, asfixiaram-na, causando-lhe a morte.

Homem preso na Feitoria

A segunda prisão do dia, pela Draco, foi na  Jorge Schuch, no bairro Feitoria. Um homem de 40 anos estava foragido. Com antecedentes por porte ilegal de arma de fogo, o mandado de prisão preventiva foi expedido em virtude de investigação realizada pela Draco no combate ao tráfico de drogas na região. Na ação, um veículo utilizado pelo homem de 40 anos foi apreendido.

Os nomes dos presos não são divulgados em razão da Lei de Abuso de Autoridade. Após registros das ocorrências e formalização das prisões, os capturados foram encaminhados ao sistema penitenciário gaúcho.

DENÚNCIAS
A comunidade pode colaborar com o trabalho da Polícia Civil através do repasse de informações pelo número 985.856.118 – WhatsApp e Telegram. O sigilo é garantido.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo